CORONAVÍRUS
Tudo o que você precisa saberÚltimas notícias e tudo que você precisa saber

Fã de Bolsonaro que desfilou com arma em carreata é morto por PM

Rodrigo Magalhães era eleitor declarado de Bolsonaro; o PM que atirou e matou também é pró-militar, que se tornou presidente no último domingo, 28

Por: Redação
fã bolsonaro
Crédito: Reprodução/FacebookBolsonarista ostentou arma de fogo durante comemoração de vitória de Jair Bolsonaro

O bolsonarista Rodrigo Magalhães, de 29 anos, que desfilou portando uma arma de fogo durante carreata em comemoração à vitória de Jair Bolsonaro no último domingo, 28, foi morto a tiros por um policial militar no Piauí.

O assassinato aconteceu por volta das 14h, da segunda-feira, 29, após o mesmo desafiar o agente em um grupo de WhatsApp, segundo informações do portal O Dia.

Conforme a PM, ainda no dia da carreata em que Magalhães saiu pelas ruas em um carro vermelho ostentando a arma, o homem teria ofendido e ameaçado integrantes de um grupo pro-Bolsonaro, entre os quais estava o policial que atirou.

“Lá na carreata ele começou a exibir uma arma de fogo e no grupo começou a ameaçar todo mundo, querendo ordem e dizendo que não ia aceitar desaforo. Nesse grupo tinha um PM que saiu em defesa dos integrantes e o Rodrigo começou a ameaçar o policial, dizendo que não tinha medo de polícia”, informou o coronel Erisvaldo Viana, comandante da PM de Piripiri.

fã bolsonaro morto
Crédito: Reprodução/FacebookRodrigo Magalhães era eleitor declarado de Bolsonaro; o PM que atirou e matou também é pró-Bolsonaro

Ainda segundo o coronel, Magalhães teria desafiado o PM e marcado um lugar para confrontá-lo pessoalmente. No entanto, no momento em que o guarda pedia apoio para prender Rodrigo, o mesmo acabou encontrando o agente e “desceu do carro com a espingarda em punho”.

“O policial verbalizou para que ele soltasse a arma diversas vezes, mas ele não soltou a arma”, completou Viana.

O homem foi alvejado por dois tiros na região do abdômen, não resistiu e acabou morrendo no local. O policial prestou depoimento e um inquérito será aberto para investigar a suposta prática de crime militar.

1
Witzel é alvo da PF; Zambelli antecipa operação em entrevista
A Polícia Federal iniciou nesta terça-feira, 26, a Operação Placebo, que apura desvios na Saúde do Rio de Janeiro nas …
2
‘Na Fila do SUS’ retrata o sucateamento da saúde pública em plena pandemia
 'Na Fila do SUS' é uma websérie em formato original com seis episódios que estreia disponível exclusivamente, na plataforma online …
3
Governo libera uso da cloroquina para pacientes em estado leve da covid-19; classe médica discorda
Após pressão do presidente Jair Bolsonaro, o Ministério da Saúde cedeu e ampliou o  protocolo para uso da cloroquina e …
4
Felipe Neto no Roda Vida: confira os principais momentos do programa
Convidado do Roda Viva, da TV Cultura, na noite desta segunda-feira, 18, o youtuber Felipe Neto afirmou que faz um …
5
Flávio Bolsonaro rebate acusação feita por Paulo Marinho sobre o caso Queiroz
O senador Flávio Bolsonaro rebateu a acusação feita pelo empresário Paulo Marinho em entrevista ao jornal Folha de S. Paulo …
6
Entenda os motivos do pedido de demissão do ministro da Saúde, Nelson Teich
Antes mesmo de completar um mês à frente do Ministério da Saúde, o ministro Nelson Teich pediu demissão do cargo …
7
Guia Negro Entrevista: O que é ser um corpo negro no mundo?
Neste décimo e último episódio da terceira temporada do Guia Negro Entrevista, o programa revisita seu passado para apresentar um …
8
Vídeo da reunião de Bolsonaro com Moro pode incriminar o presidente? Entenda
E não é que a exibição do vídeo da reunião ministerial do dia 22 de abril citado pelo ex-ministro Sergio …