Fafá de Belém opina sobre aborto no ‘Conversa com Bial’

Cantora comentou sobre a descriminalização da prática no dia que o assunto é votado na Argentina

Por: Redação | Comunicar erro
Crédito: Reprodução/InstagramFafá de Belém é a favor da descriminalização do aborto

Fafá de Belém comentou sobre a descriminalização do aborto, em entrevista ao “Conversa com Bial”, da TV Globo, na madrugada desta quarta-feira, 8.

Aos 62 anos de idade, a cantora se diz a favor não só do debate sobre o tema, mas também à prática, alegando que o mundo precisa evoluir para que as mulheres não precisem recorrer a clínicas clandestinas quando surge uma gravidez indesejada.

“A gente tem que descriminalizar. Nenhuma mulher faz um aborto porque quer. É doloroso quando é necessário por problemas de saúde. Logo após Mariana nascer, eu não tinha condições físicas de ter outro filho. Engravidei, perdi a criança e fiquei um mês muito mal. Imagina uma menina estuprada ou que não tem condição de ter um filho”, declarou.

fafá de belém conversa com bial
Crédito: Reprodução/TV GloboFafá de Belém comentou sobre a legalização do aborto no “Conversa com Bial”

A artista ainda argumentou sobre a importância de disseminar informações sobre o aborto: “Temos que conscientizar a prevenção e cuidar dessas meninas que fazem o aborto com agulha de tricô, com lavagem de pimenta. É preciso descriminalizar e ter um atendimento a elas. O atendimento hoje pós-aborto é muito maior do que se tivesse um preventivo”.

LEGALIZAÇÃO NA ARGENTINA

argentina lei do aborto
Crédito: Monica Yakaniew / Agência BrasilArgentina se divide em relação a aborto

Justamente nesta quarta-feira, 8, o Senado da Argentina vota um projeto de lei para legalizar a prática do aborto no país. A discussão acontece um mês e meio depois de a Câmara aprovar a interrupção voluntária da gravidez. De acordo com os últimos levantamentos, os 72 senadores argentinos estão divididos, mas a tendência maior é a de rejeitar o texto.

De acordo com a Agência Brasil, o resultado deve sair nas primeiras horas da próxima quinta-feira, 9.

O Código Penal da Argentina autoriza a interrupção da gestação em três casos: risco de morte para a mulher, ameaça à saúde e gravidez resultante de estupro. De acordo com o Centro de Estudos do Estado e da Sociedade (Cedes) e a Rede de Acesso ao Aborto Seguro (Reddas), ocorrem de 370 mil a 520 mil abortos por ano no país.

Na América Central e do Sul, apenas Cuba, Uruguai, as Guianas e a Cidade do México descriminalizaram o aborto.

DROGAS

Durante o bate-papo, Fafá revelou que já usou cocaína. “Tive experiências, sempre fui muito curiosa. Um dia tinha um povo em casa, me olhei no espelho e me vi sendo tragada pelo que eu não queria. Falei ‘não quero mais’. Você não consegue parar. A decisão de parar tem que ser sua e da sua alma”, afirmou.

Ao ser questionada sobre as substâncias ilegais serem descriminalizadas também, a cantora foi direta: “É um grande comércio e um poder paralelo muito grande. Cigarro e álcool em excesso matam tanto quanto. A ilegalidade cria uma curiosidade entre os jovens. A gente tem que ter políticas públicas, fazendo como Amsterdam, que se tem uma cota para comprar”.

Compartilhe:

1 / 8
1
04:17
Estadão, Folha e O Globo apontam possível queda de Bolsonaro
Os jornais O Estado de S. Paulo, Folha de S.Paulo e O Globo - de maior circulação no país - …
2
04:56
Maconha e nudez usadas no WhatsApp contra universidades
Entenda como o pensamento de Olavo de Carvalho, guru de Jair Bolsonaro, impactou e instaurou uma crise generalizada em uma …
3
03:22
Teoria da conspiração associa facada em Bolsonaro ao filho Carlos
Teorias conspiratórias são, por definição, baseadas na irrealidade. Em alguns casos, em loucura. Mas uma em especial tem ganhado destaque …
4
04:04
Justiça quebra sigilo bancário de Flávio Bolsonaro e Queiroz
As acusações envolvendo esquemas de corrupção no gabinete de Flávio Bolsonaro estão ganhando um novo capítulo. Pedra no sapato do …
5
02:52
Bolsonaro diz que vai indicar Sergio Moro para vaga no Supremo
O presidente Jair Bolsonaro se comprometeu em indicar o ministro Sergio Moro para uma vaga no Supremo Tribunal Federal. A …
6
03:41
Movimentos estudantis convocam ato contra os cortes na educação
Um ato marcado para esta quarta-feira, 15 de maio, promete mobilizar secundaristas, universitários, pós-graduandos, professores e outros profissionais contra os …
7
06:06
A construção do papel de mãe para quem opta pela adoção
O depoimento de Rosangela Ferreira faz parte do especial Mãe não é tudo igual, que destaca que cada maternidade tem …
8
06:33
O drama de retornar ao trabalho após a licença maternidade
O depoimento de Maria da Conceição faz parte do especial Mãe não é tudo igual, que destaca que cada maternidade …