Filho de Flordelis confessa que matou pai a mando de irmão

Lucas dos Santos entrou em contradição após ver imagens das câmeras de segurança

Por: Redação

Lucas dos Santos, filho adotado por Flordelis e Anderson do Carmo de Souza, confessou que matou o pai, na madrugada de domingo, 16, em depoimento à polícia na Delegacia de Homicídios de Niterói e São Gonçalo (DHNSG), Rio de Janeiro (RJ).

O rapaz, de 18 anos de idade, disse ainda que cometeu o crime a mando de Flávio Rodrigues de Souza, de 38 anos, filho biológico da deputada federal.

Crédito: ReproduçãoFlordelis e Anderson do Carmo de Souza

Segundo o jornal Extra, o motivo do crime teria sido uma traição de Anderson, que estaria mantendo uma relação amorosa extraconjugal. Entretanto, Lucas se contradisse ao ver imagens de câmeras de segurança, confessou o crime e acusou Flávio.

Por conta de um mandado de prisão por violência doméstica, Flávio foi preso durante o sepultamento de Anderson no cemitério Memorial de Nictheroy. Já Lucas tinha um mandado de apreensão por tráfico de drogas e foi detido no momento em que prestava depoimento.

O depoimento de Flordelis após a morte

“Eu só fui dar um passeio com meu marido, mais nada. Um passeio que acabou dessa forma, perdendo a vida para tentar proteger a casa, a família. O que ele tentou foi evitar que abrissem o portão da garagem e entrassem na casa. Ele sacrificou a vida dele pela família, não permitindo que eles entrassem dentro de casa”, disse.

A deputada contou que o marido deixa mais de 50 filhos adotivos. “Mais uma tentativa de assalto frustrada que acabou na morte do meu marido. Mas essa violência tem que acabar, tem que ter um jeito, do jeito que está não pode continuar. Quantos mais inocentes terão que morrer? São 55 filhos agora sem pai”. Leia o depoimento completo aqui.

Suposto envolvimento de Flordelis

Em depoimento prestado à Polícia Civil no último dia 20 de junho, um dos filhos da deputada Flordelis disse que suspeita do envolvimento da mãe e de três irmãs na morte do pai.

Flávio dos Santos, de 38 anos, contou que uma delas ofereceu R$ 10 mil ao irmão Lucas dos Santos, de 18 anos, para matar o pastor. O rapaz também disse aos policiais que a mãe e as irmãs colocavam remédio na comida do pai. Saiba mais sobre esse depoimento aqui.

Celular perdido

Em novo depoimento prestado à polícia na Delegacia de Homicídios de Niterói e São Gonçalo (DHNSG), Flordelis afirmou não saber onde foi parar o celular do marido.

Mais de 40 celulares foram apreendidos na residência em que Flordelis morava com o pastor e nenhum auto de apreensão foi entregue à família sobre esses aparelhos recolhidos.

Compartilhe: