Informar

Funcionário da limpeza expulsa morador de rua com jato de água

Vídeo registra funcionário de empresa de limpeza apontando jato de água em pessoa em situação de rua no centro de São Paulo; atitude causou revolta nas redes sociais

Por: Redação | Comunicar erro

Em meio à série de políticas que massacra a população de rua na região central de São Paulo, uma nova denúncia de abuso envolvendo a prefeitura ganhou repercussão na internet nesta terça-feira, 13.

Na ocasião, um funcionário de uma empresa de limpeza contratada pela Prefeitura foi flagrado apontando um jato de água com uma mangueira em uma pessoa na manhã desta terça-feira (13), na alameda Cleveland, no Campos Elíseos.

No vídeo, uma pessoa coberta, sentada na calçada, é atingida por um jato de água sem reagir à violência.  Duas mulheres, com colete da assistência social, aparecem no momento e intercedem a agressão.

Prefeitura repudia atitude: “desumano’

Por meio de nota, a prefeitura diz que “repudia atos de violência e que está apurando as imagens e os depoimentos dos funcionários que trabalhavam no local”. Se comprovada a agressão, a Amlurb (Autoridade Municipal de Limpeza Urbana) irá “multar a Inova [empresa terceirizada] e solicitar o desligamento imediato do funcionário”.

Em entrevista ao portal R7,  o secretário das Prefeituras Regionais Cláudio Carvalho condenou o episódio: “Eu não aceito isso, é desumano, e o prefeito também não aceita isso, por isso vamos tomar todas as atitudes que estão ao nosso alcance para punir os responsáveis.” Ele determinou à Amlurb, gestora do contrato com a Inova, que multe a empresa e exija o desligamento imediato do funcionário.

Compartilhe: