Últimas notícias:

Loading...
EM ALTA

Goleiro Bruno é vaiado por torcida que cria música citando Eliza Samúdio

Torcida rival lembrou de forma polêmica crime pelo qual goleiro Bruno foi condenado

Por: Redação

Condenado pelo assassinato da modelo Eliza Samúdio, o goleiro Bruno, ex-jogador do Flamengo, foi vaiado durante um jogo do Atlético Carioca, time da série D do campeonato Carioca, no último domingo, 31, com uma música polêmica que cita o crime cometido pelo atleta.

goleiro bruno durante partida que foi vaiado
Crédito: Reprodução/InstagramGoleiro Bruno é vaiado por torcida que cria música citando Eliza Samúdio

A torcida do Belford Roxo, time rival do Atlético Carioca, que ganhou a partida por 2 x 1, vaiou o goleiro e cantou “Bruno vacilão, matou a Eliza para comer o Macarrão”, em alusão a Luiz Henrique Ferreira Romão, conhecido como Macarrão, que foi seu comparsa no assassinato de Eliza Samúdio, em 201o.

O grito apesar de vaiar o goleiro Bruno, tem um teor completamente homofóbico ao tornar piada uma possivel interação homoafetiva entre o atleta e seu comparsa no crime.

O crime, ocorrido em 2010, tornou-se ainda mais perverso pelo fato de a modelo ser ex-namorada do jogador, ter tido um filho com ele, e a Justiça acreditar que ele tenha dado os restos mortais da vítima para cachorros comerem.

Em 2020, o goleiro Bruno concedeu uma entrevista ao programa “Conexão Repórter”, do SBT, e afirmou que não deve pedir perdão a ninguém pelo que aconteceu. O ex-jogador do Flamengo também disse que dorme com a consciência tranquila.

“Não (devo pedir perdão para ninguém). Todas as pessoas que pedi perdão já me perdoaram. Durmo com a minha consciência tranquila”, afirmou Bruno. Muitos anos depois, ele considera sua condenação injusta. “Lógico que não (foi justa a condenação). Tem uma pancada de erro”, disse. Perguntado se era um anjo, ele disse: “Não, mas também não fui esse demônio”.

Compartilhe:

?>