Governo de SP compra 65 trens e só dois funcionam

Após quatro anos e despesa de R$ 2 bilhões, compra de trens motiva investigação do Ministério Público de São Paulo

Por: Redação

Dois bilhões de reais foram gastos pelo governo estadual de São Paulo, há quatro anos, na compra de 65 trens que operariam nas linhas da Companhia Paulista de Trens Metropolitanos (CPTM).

Do pacote anunciado, apenas 11 foram entregues e, destes, somente dois estão em atividade como destaca reportagem divulgada pelo site G1.

De acordo com a investigação do Ministério Público de São Paulo, as primeiras irregularidades na licitação foram averiguadas após a descoberta de um edital sem tradução para o inglês. Além disso, a ausência de assinaturas de técnicos em documentos importantes chamaram atenção das autoridades. Os indícios levaram a promotoria a descobrir que os trens adquiridos em 2013 nunca foram entregues.

Reprodução
Todos os dias, cerca de oito milhões de passageiros circulam pelos trens da CPTM

Outro lado

Em nota, a CPTM justifica que todos os trens fabricados pela empresa espanhola CAF deveriam ter sido entregues em São Paulo no dia 4 de junho deste ano – ao custo de R$ 1 bilhão.

Já em depoimento realizado no ano passado, o presidente da companhia, Paulo Gonçalves, revelou que a empresa recebeu mais de R$ 146 milhões e só entregou dez trens, dos quais apenas dois funcionam. Confira a matéria completa no portal G1. 

Compartilhe:

Tags:#CPTM