Últimas notícias:

Loading...

Grupo ‘cria’ e renova cultura popular em Brasília

Seu Estrelo e o Fuá do Terreiro quer deixar um legado para a cidade mexendo com o imaginário da população

Por: Redação

Brasília foi construída por imigrantes de diversas regiões do país e eles levaram suas tradições e manifestações culturais. Assim, a cidade adotou manifestações como o maracatu, mamulengo, o coco, bumba meu boi, capoeira, circo, entre outros.

 

É nesse contexto multicultural, que um surge um grupo de cultura popular totalmente inovador. Seu idealizador, Tico Magalhães, nasceu em Recife, mas se mudou para a capital. Em Brasília, sentiu falta de uma tradição que fosse realmente do local.

Por isso, em 2004, com a pretensão de criar uma brincadeira tradicional para a cidade, Tico Magalhães uniu-se a outros artistas e criou o grupo Seu Estrelo e o Fuá do Terreiro, que tem como base o Mito do Calango Voador e um novo ritmo, batizado como Samba Pisado.

 

Imaginário e legado

Para os idealizadores, a ideia é deixar algo para a cidade. A brincadeira e seus personagens e histórias místicas brincam com o imaginário e identidade da população.

Além de lembrar a história do Calango Voador em musicais e teatros, o grupo organiza o Festival Brasília de Cultura Popular, que reúne manifestações de todo o Brasil.

Durante o ano, o grupo organiza oficinas e toca o projeto Orquestra Alada Trovão da Mata, um grupo aberto de batuque, que realiza cortejos pela cidade, misturando o Pisado Novo com o maracatu.

Assista o vídeo e conheça o projeto.

Compartilhe: