Homem confessa ter estuprado e matado nove crianças, diz polícia

O caso aconteceu na Índia; acusado atraía as vítimas com doces e dinheiro

Por: Redação | Comunicar erro
estuprador matou vítimas
Crédito: Reprodução/iStock Nove crianças, todas meninas, foram vítimas do estuprador

A polícia indiana revelou que o jovem de 20 anos preso acusado de estuprar e assassinar crianças com idade entre 3 e 7 anos, confessou ter feito nove vítimas nos últimos dois anos. Os crimes aconteceram na capital, Nova Délhi, e três outras cidades. De acordo com as autoridades, a confissão foi feita na segunda-feira, 19, após a prisão do suspeito.

“Ele costumava quebrar as pernas das vítimas antes de tentar estuprá-las. Depois do estupro, matava”, informou Subhash Bokenm sub-inspetor assistentes de relações públicas da polícia de Gurgaon.

Segundo informações da agência de notícias Reuters, o acusado teve a prisão preventiva decretada. Ainda, após o depoimento do mesmo, a polícia conseguiu ligar três casos de crianças mortas ao estuprador e continua investigando o restante.

O acusado atraia as vítimas oferecendo doces ou dinheiro, em seguida sequestrava as crianças. Ao todo, ocorreram quatro casos em Nova Délhi, três em Gurgaon, um na cidade de Jhansi, além da cidade central de Gwalior.

“É lamentável que tais casos ainda estejam acontecendo na Índia, apesar do governo ter aprovado a pena de morte por estupro. A polícia, os funcionários do governo e a sociedade em geral precisam apoiar as vítimas e suas famílias”, disse Priti Mahara, funcionário da organização de direitos da criança CRY.

DENUNCIE – DISQUE 100

Saiba a quem recorrer em caso de suspeita de violência sexual infanto-juvenil:
Conselhos Tutelares – Os Conselhos Tutelares foram criados para zelar pelo cumprimento dos direitos das crianças e adolescentes. A eles cabe receber a notificação e analisar a procedência de cada caso, visitando as famílias. Se for confirmado o fato, o Conselho deve levar a situação ao conhecimento do Ministério Público.
Varas da Infância e da Juventude – Em município onde não há Conselhos Tutleares, as Varas da Infância e da Juventude podem receber as denúncias. 
Outros órgãos que também estão preparados para ajudar são as Delegacias de Proteção à Criança e ao Adolescente e as Delegacias da Mulher. (Fonte: Unicef)

1 / 8
1
04:04
E se Carlos Bolsonaro fosse gay?
O ex-deputado Jean Wyllys fez uma série de posts em sua rede social apontando que Carlos Bolsonaro, o filho 02 …
2
03:02
Empresas usaram disparos no WhatsApp durante eleição de Bolsonaro
Uma reportagem publicada pela Folha de S. Paulo mostra que empresas brasileiras contrataram uma agência de marketing na Espanha para …
3
01:49
Senado diz não e derruba o decreto de armas de Bolsonaro
O Senado votou na terça-feira, 18, o parecer que pede pela suspensão dos decretos que flexibilizam o porte e a …
4
03:54
Bancada do PSL passa vergonha ao convocar e desconvocar Glen Greenwald
O deputado federal Daniel Silveira (PSL-RJ) apresentou na quarta-feira, dia 12, um requerimento na Comissão de Segurança Pública da Câmara …
5
03:48
O melhor jornal do mundo faz a pior reportagem para Bolsonaro
Essa é a pior reportagem já publicada num jornal estrangeiro contra Jair Bolsonaro. Por dois motivos: saiu no mais importante …
6
03:47
A estranha conexão entre o caso Najila Trindade e Sérgio Moro
O jornalista Gilberto Dimenstein publicou em sua coluna no site Catraca Livre um texto em que conecta dois casos de …
7
03:04
Entendas os possíveis impactos do vazamento das mensagens de Moro
O site The Intercept Brasil divulgou trechos de mensagens trocadas entre o então juiz Sérgio Moro, atual ministro da Justiça, …
8
02:00
Tire todas as dúvidas sobre a doação de sangue
O frio chegou para te lembrar sobre a importância de doar sangue. Uma simples doação pode ajudar até quatro pessoas! Durante …