Homem é condenado a 15 anos de prisão por decepar as mãos de mulher

O júri culpou Jair da Costa pela autoria do crime e ele não tem direito a recorrer em liberdade

Por: Redação

Um homem foi condenado a 15 anos de prisão por decepar as mãos da esposa com golpes de facão. A tentativa de feminicídio contra Geziane Buriola da Silva ocorreu no dia 10 de abril de 2017 em Campo Novo do Parecis (MT). As informações são do jornal Folha de S.Paulo.

Crédito: Reprodução/TVCA Homem é condenado a 15 anos de prisão por decepar as mãos da esposa

A Justiça de Mato Grosso condenou Jair da Costa a 15 anos e 6 meses de prisão em regime fechado.

O julgamento aconteceu na última sexta-feira, 12, e o júri culpou Jair pela autoria do crime. Ele não tem direito a recorrer em liberdade e está preso desde o dia do crime.

Segundo o Ministério Público, no dia do crime, o casal teria passou o dia consumindo bebidas alcoólicas e a noite a mulher foi agredida. Ela não conseguiu escapar e recebeu golpes no rosto, cabeça, abdome, além de ter as duas mãos e os punhos decepados.

Com os gritos da vítima, seus vizinhos foram para a sua residência e depararam com a tentativa de homicídio. O réu tentou escapar, mas foi capturado por pessoas que tentaram linchá-lo. Após ser espancado, a Polícia Militar chegou no local e o prendeu.

Segundo a polícia, na época, o homem confessou o crime e disse que queria matar a companheira alegando que ela o teria traído, mas Geziane nega que tenha traído.

A vítima ficou 20 dias em uma Unidade de Terapia Intensiva (UTI) e passou por um longo período de tratamento. Sem as mãos, Geziane tem diagnostico de depressão.

Ao jornal Folha de S. Paulo a vítima contou que se decepcionou com a pena de pouco mais de 15 anos do ex-marido. “É muito pouco. Eu queria que ele pegasse muito mais, porque nada justifica o que ele fez”, disse. “A promotora me disse que, infelizmente, esse é o Brasil em que vivemos”.

Geziane conta que mesmo com as dificuldades, consegue fazer os serviços de casa, como comida, lavar roupa, limpeza. “Gostaria de conseguir uma prótese mais móvel. Só que custa mais de R$ 200 mil e eu não tenho condições”.

A mãe da vítima, Maria Regina Buriola lamenta que a filha não tenha deixado o agressor em oportunidades anteriores, nas quais havia sido agredida. “Eles estavam juntos a mais ou menos um ano e seis meses, mas ele já havia sido violento várias vezes”.

1
Governo Bolsonaro libera pesca em áreas de conservação ambiental
Uma portaria do Instituto Chico Mendes (ICMBio), órgão vinculado ao Ministério do Meio Ambiente, autorizou a pesca esportiva e amadora …
2
Chuva forte deixa São Paulo debaixo d’água
A chuva que começou ontem não deu sinal de trégua e fez São Paulo amanhecer debaixo d’água nesta segunda-feira, 10. …
3
Coronavírus: aviões da FAB vão retirar brasileiros de Wuhan, na China
Dois aviões da Força Aérea Brasileira (FAB) decolaram nesta quarta-feira, 5, em direção a Wuhan, na China, para retirar os …
4
BBB20: Mulheres decidem o destino de Pétrix Barbosa
A união das mulheres  decidiu o destino de Pétrix não apenas no Big Brother Brasil 20, mas também fora da …
5
Damares Alves: abstinência sexual, protesto e contradição?
Por que este grupo de mulheres deu as costas para a ministra Damares Alves enquanto ela defendia sua política de …
6
Bolsonaro e a demissão do secretário que viajou com jato da FAB
O presidente Jair Bolsonaro anunciou em sua conta no Twitter que vai tornar sem efeito a nomeação de José Vicente …
7
Visibilidade trans: a história de Thais de Azevedo
O que é violência para você? Para Thais de Azevedo essa pergunta resume uma trajetória de vida. Como mulher trans, …
8
Qual o impacto do feminismo na periferia ? Luana Hansen dá a letra
Dj, MC e produtora musical, Luana Hansen fez e faz história no movimento hip hop há, pelo menos, duas décadas. …