Irã diz que ataque a bases dos EUA no Iraque foi só o início

Para Amirali Hajizadeh, a "vingança apropriada" será expulsar as forças americanas na região.

Por: Redação

O chefe da Força Aeroespacial da Guarda Revolucionária do Irã afirmou nesta quinta-feira, 9, que ataque a bases dos Estados Unidos (EUA) no Iraque, no último dia 7, foi só o início de uma série de ataques contra os Estados Unidos no Oriente Médio, informou a TV estatal iraniana.

eua e irã
Crédito: Istock/Oleksii LiskonihIrã diz que ataque a bases dos EUA no Iraque foi só o início

Para Amirali Hajizadeh, a “vingança apropriada” pela morte do general iraniano Qassem Soleimani, assassinado em um ataque dos EUA, no Aeroporto Internacional de Bagdá, será expulsar as forças americanas na região.

Segundo Hajizadeh, o objetivo do ataque às bases foi danificar a “máquina militar” de Washington. Ele ainda declarou que  não pretendia matar soldados americanos.

A base de Al-Asad é estrategicamente importante para os EUA. Ela fica na região Oeste do Iraque, na província de Anbar, cerca de 200 quilômetros de Bagdá.

Entenda o caso

Na quinta-feira, 2 de janeiro, os EUA atacaram por drones um local perto do aeroporto de Bagdá, no Iraque, deixando morto o general iraniano Qassem Soleimani, o segundo nome mais poderoso do Irã. O ato aumentou ainda mais a tensão entre os países, chegando a ficar na iminência de uma Terceira Guerra Mundial.

A ordem do ataque foi dada pelo presidente Donald Trump, que culpa Soleimani pela morte de americanos e afirma que o ataque ao general se deu para “conter o terror” no país.

A partir de então, uma série de novos fatos aconteceram, inclusive o contra-ataque do Irã na noite de 7 de janeiro. Confira neste link uma cronologia dos acontecimentos, e também todas as últimas notícias que se sucederem sobre a tensão entre os países.

Compartilhe: