Jair Bolsonaro: ‘passar fome no Brasil é uma grande mentira’

Presidente mostrou não entender nada da situação do brasileiro, como indicam os números de relatório divulgado em 2018 pela ONU

Por: Redação | Comunicar erro

Nesta sexta-feira, 19, o presidente Jair Bolsonaro (PSL) marcou presença em um café da manhã com jornalistas estrangeiros e mostrou não ter conhecimento nenhum do próprio país que governo. Ele afirmou que é uma “grande mentira” que existam brasileiros que passam fome.

“O Brasil é um país rico para praticamente qualquer plantio. Fora que passar fome no Brasil é uma grande mentira. Passa-se mal, não come bem, aí eu concordo. Agora, passar fome, não. Você não vê gente, mesmo pobre, pelas ruas, com físico esquelético, como a gente vê em alguns outros países pelo mundo”, afirmou Bolsonaro.

REPERCUSSÃO: Bolsonaro grita com jornalista e admite que ‘pequena parte’ passa fome

jair bolsonaro
Crédito: reproduçãoJair Bolsonaro fala que não existe fome no Brasil

O discurso de Bolsonaro foi uma resposta ao correspondente do jornal espanhol “El País”, a respeito dos planos do governo federal para dar suporte ao aumento da pobreza e da fome no país. Bolsonaro também teceu críticas aos governos anteriores, que, segundo ele, criaram “um país das Bolsas”.

LEIA TAMBÉM: Bolsonaro ofende governadores nordestinos sem saber que é gravado

“Esses políticos que criticam a questão da fome no Brasil, no meu entender, tem que se preocupar, estudar um pouco mais as consequências disso. Lá, é precipitação pluviométrica [chuva] é menor que do Sertão nordestino. Eles conseguem não só garantir sua segurança alimentar, como exportar parte para a Europa. Falar que se passa fome no Brasil é discurso populista, tentando ganhar simpatia popular, nada além disso”, disse.

A fome no Brasil

fome
Crédito: iStock / Stas_VBolsonaro diz que não existe fome no Brasil

Relatório divulgado por agências da ONU (Organização das Nações Unidas) em 2018 mostram que, no Brasil, os números apontam que mais de 5,2 milhões de pessoas passaram um dia ou mais sem consumir alimentos ao longo de 2017, o que corresponde a 2,5% da população.

Os resultados apresentados na FAO (Organização das Nações Unidas para Alimentação e Agricultura), uma das agências envolvidas no levantamento, são considerados um retrocesso pelo diretor-geral da entidade, José Graziano da Silva. De acordo com os dados, os números atuais mostram indicadores semelhantes aos apresentados há uma década.

Compartilhe:

1 / 8
1
03:36
Nem os eleitores de Bolsonaro concordam com a indicação de Eduardo
Em meio às polêmicas que dão o tom nos primeiros oito meses do governo Bolsonaro, uma pesquisa recente mostra que …
2
02:07
Catraca Livre e MBL promovem debate sobre a política nacional
Para fortalecer a construção de um debate democrático, a Catraca Livre vai promover, nesta sexta-feira, dia 23, às 12h30, um …
3
05:46
Os melhores tipos de música que ajudam na gravidez
A partir do sexto mês de gestação, a criança já tem audição definida. Quais são os estímulos e efeitos que as …
4
03:26
Frota reconhece uso de ‘fake news’ na eleição de Bolsonaro
Na última edição do Roda Viva, da TV Cultura, o deputado federal Alexandre Frota (PSL) revelou que sabia sobre o …
5
04:24
Jatinhos: Bolsonaro ataca Huck, mas não fala nada de Hang
Após receber críticas de Luciano Hulk, o presidente Jair Bolsonaro resolveu mostrar o financiamento que o apresentador  recebeu do BNDES …
6
04:15
Bolsonaro recuará na indicação de Eduardo para embaixada ?
O presidente Jair Bolsonaro (PSL) admite, pela primeira vez, a possibilidade de não indicar seu filho, o deputado Eduardo Bolsonaro, …
7
02:29
Sequestro na Ponte Rio-Niterói termina após mais de três horas
Um homem armado entrou em um ônibus e manteve 37 reféns no início desta terça-feira, 20, na Ponte Rio-Niterói, via …
8
06:43
Após ser acusado de comunista, Dimenstein cobra provas de Hasselmann
A deputada federal Joice Hasselmann perdeu a calma nas redes sociais ao atacar o jornalista Gilberto Dimenstein, acusando-o de militante …