CORONAVÍRUS
Tudo o que você precisa saberÚltimas notícias e tudo que você precisa saber

Macron critica Bolsonaro após comentário machista sobre sua esposa

Segundo o presidente francês, os brasileiros "merecem um presidente que se comporte à altura" do cargo

Por: Redação

O presidente da França, Emmanuel Macron, comentou nesta segunda-feira, 26, uma declaração machista feita pelo presidente Jair Bolsonaro sobre sua esposa, Brigitte Macron. Neste sábado, 24, o brasileiro foi misógino ao responder um internauta que zombava da mulher do francês, 24 anos mais velha que ele.

No Facebook, um seguidor do presidente brasileiro postou uma montagem com fotos dos dois casais (Jair Bolsonaro e Michelle Bolsonaro / Emmanuel Macron e Brigitte Macron) e escreveu: “Agora entende por que Macron persegue Bolsonaro?”. O próprio Bolsonaro respondeu: “Não humilha cara. Kkkkkkk”. A resposta repercutiu na imprensa francesa, que criticou a atitude sexista.

Macron e Bolsonaro
Crédito: Reprodução / FacebookMacron e Bolsonaro

Ao lado do presidente do Chile, Sebastián Piñera, Macron disse, em entrevista coletiva, que a fala sobre Brigitte foi “triste” para os brasileiros, uma “vergonha” para as mulheres do país e “extremamente desrespeitoso”. Segundo ele, os brasileiros “merecem um presidente que se comporte à altura” do cargo.

O francês declarou que cada dirigente é eleito por seu país, mas que era obrigado a constatar que houve “um mal-entendido com o presidente Bolsonaro”, que, segundo sua análise, não cumpriu a promessa de zelar pelo meio ambiente.

“Ele fez comentários extraordinariamente desrespeitosos em relação a minha esposa. O que posso dizer? É triste. Mas é triste, sobretudo, para ele e os brasileiros. Penso que as mulheres brasileiras têm, sem dúvida, vergonha de seu presidente. Penso que os brasileiros, que são um grande povo, têm um pouco de vergonha de ver esse comportamento. Eles esperam, quando se é presidente, que se comporte bem em relação aos outros. Tenho muito respeito e admiração pelo povo brasileiro, e espero muito rapidamente que eles tenham um presidente que se comporte à altura”, afirmou.

Em relação à Amazônia, Macron anunciou uma ajuda financeira de € 20 milhões e também apoio militar para combater os incêndios, respeitando a soberania de cada país da região, mas construindo uma governança que inclua diferentes atores.

Compartilhe:

1
E se Bolsonaro foi contaminado com coronavírus?
O que não passava de pura especulação e teoria da conspiração tem ganhado ares de verdade com novos capítulos envolvendo …
2
Coronavírus: Câmara aprova auxílio de R$600 para pessoas de baixa renda
A Câmara dos Deputados aprovou na quinta-feira, 26, uma medida que prevê o pagamento de R$600 para trabalhadores de baixa …
3
Bolsonaro e o coronavírus: um presidente na contramão do mundo
O pronunciamento do presidente Jair Bolsonaro (sem partido) na noite de terça-feira, 24, pegou de surpresa integrantes do governo e …
4
Entenda a MP da Morte: da polêmica e revogação por Bolsonaro até o erro de redação de Guedes
Em apenas uma canetada o presidente Jair Bolsonaro autorizou empresas a suspenderem contratos com seus empregados por 4 meses, sem …
5
Coronavírus no RJ: a situação dos transportes e dos comércios
O Rio de Janeiro adotou medidas mais severas para conter o avanço do novo coronavírus. O governador do estado, Wilson …
6
Eduardo Bolsonaro cria crise diplomática ao culpar a China pelo coronavírus
O deputado federal Eduardo Bolsonaro (PSL-SP) meteu o pé pelas mãos, botou a culpa do coronavírus totalmente na China e …
7
Coronavírus: Bolsonaro anuncia medidas de emergência para conter a doença
Durante uma live nesta quarta-feira, 18, O presidente Jair Bolsonaro (sem partido) anunciou novas medidas na área econômica, na saúde …
8
Coronavírus em SP: comércios fechados e transportes interrompidos no ABC
São Paulo é o estados mais afetados pelo novo coronavírus no país. Para tentar conter o avanço da doença, medidas …