Últimas notícias:

Loading...

Marido estrangula e degola mulher em Santa Catarina

O homem pensou que estava sendo traído

Por: Redação

Neste domingo, 20, Rosane Apolinário Dahmer, de 42 anos, foi enforcada, degolada e jogada no matagal pelo marido, que foi preso em flagrante por feminicídio e confessou o crime. O episódio aconteceu em Forquilhinha (SC).

Crédito: Foto: Divulgação/PMSC Corpo da mulher foi encontrado em um matagal, no município de Forquilhinha (SC)

Rosane costumava ir a São Paulo para comprar roupas para revenda. Ela estava voltando de uma dessas viagens, quando, ainda de madrugada, o marido a encontrou antes chegar em casa.

No caminho eles discutiram e o homem a estrangulou. Com o carro, pegou a estrada, jogou fora os pertences dela e, depois, a degolou. Ele deixou o corpo jogado em um matagal.

Segundo a Polícia Militar, ele disse que assassinou a mulher porque pensou que estivesse sendo traído. O homem foi levado ao Presídio Regional de Criciúma.

FEMINICÍDIO

Desde 2015 existe uma lei que considera o feminicídio crime hediondo com pena de 12 a 30 anos de prisão. Feminicídio é o homicídio de mulheres como crime hediondo quando envolve menosprezo ou discriminação à condição de mulher e violência doméstica e familiar. A lei define feminicídio como “o assassinato de uma mulher cometido por razões da condição de sexo feminino”, e a pena prevista para o homicídio qualificado é de reclusão de 12 a 30 anos.

Compartilhe: