Mark Ruffalo, ator de Hulk, defende DiCaprio e rebate Bolsonaro

Ator de Hollywood disse que o presidente brasileiro ataca pessoas que defendem a Amazônia

Por: Redação

No último domingo, 1º, Mark Ruffalo saiu em defesa de Leonardo DiCaprio nas acusações feitas por Jair Bolsonaro contra o astro de Hollywood.

O intérprete de Hulk nos cinemas foi às redes sociais rebater tanto o presidente brasileiro quanto o seu filho Eduardo Bolsonaro (PSL-SP), que disseram que DiCaprio financiou Organizações Não Governamentais (ONGs) para ‘tacar fogo’ na Amazônia.

mark ruffalo jair bolsonaro
Crédito: Reprodução/Instagram e Agência BrasilMark Ruffalo detonou Jair Bolsonaro nas redes sociais

“Bolsonaro e sua galera criam bode expiatório contra as pessoas que protegem a Amazônia dos incêndios que ele próprio permitiu que acontecesse. Pergunte a si mesmo: o que mudou recentemente no Brasil para que isso aconteça agora? Mudou com Bolsonaro e suas políticas (não) ambientais”, disparou o ator.

A polêmica começou na última quinta-feira, 28, após Eduardo publicar que DiCaprio teria doado “USD 300.000 para a ONG que tocou fogo na Amazônia”.

Já Bolsonaro reforçou a acusação em sua live semanal: “Uma ONG ali pagou R$ 70 mil por uma foto fabricada de queimada. O que é mais fácil? ‘Toca’ fogo no mato. Tira foto, filma, manda para a ONG, a ONG divulga, entra em contato com o Leonardo DiCaprio e o Leonardo DiCaprio doa US$ 500 mil para essa ONG. Leonardo DiCaprio, você está colaborando com as queimadas na Amazônia”.

DIREITO DE RESPOSTA

O ator e ativista ambiental Leonardo DiCaprio respondeu as acusações do presidente brasileiro e negou ter financiado ONGs investigadas por suposto envolvimento nos incêndios, mas elogiou o trabalho das organizações e reiterou que elas merecem apoio.

“Apesar de merecerem apoio, nós não financiamos as organizações”, afirmou DiCaprio, de acordo com comunicado divulgado pelas agências de notícias AP e Reuters. O artista ainda elogiou os brasileiros que trabalham para “salvar sua herança cultural e natural”.

A ONG Earth Alliance, da qual DiCaprio é fundador, prometeu doar US$ 5 milhões para a proteção da Amazônia após as queimadas deste ano.