Novo desafio da internet induz jovens à automutilação

Escolas do Reino Unido alertaram os pais sobre conteúdo camuflado em desenhos da “Peppa Pig”

Por: Redação

Uma nova onda na internet colocou pais de jovens e crianças em alerta. Escolas no Reino Unido divulgaram informações de que o desafio da boneca Momo está sendo inserido em vídeos de YouTube da animação “Peppa Pig” e do jogo de videogame “Fortnite”.

Para quem não sabe, a ‘febre’ consiste em induzir jovens a praticar atividades violentas e de automutilação, por meio de contato via Whatsapp ou jogos online. Nos vídeos, a Momo, representada por uma mulher com olhos esbugalhados, aparece no meio do desenho animado e das partidas do jogo de videogame.

peppa pig desafio boneca momo
Crédito: Reprodução/YoutubeFigura de mulher com olhos esbugalhados foi camuflada em desenhos da Peppa Pig

Além das instituições de ensino, autoridades locais manifestaram preocupação sobre o desafio, dizendo que ele pode ser usado por criminosos para divulgar informações dos jovens.

A Haslingden Primary School, por exemplo, afirmou em um post no Facebook que estava sendo “cada vez mais alertada sobre vídeos inapropriados circulando on-line e vistos por alunos da escola”, e que um dos vídeos “começa inocentemente, como é o começo de um episódio de Peppa Pig”, mas rapidamente se torna “uma versão violenta e com linguagem ofensiva”.

Já outro dos vídeos continha a boneca Momo “envolta em uma máscara branca” induzindo crianças a realizar tarefas que colocavam a vida em risco, incluindo a prática de vazar o gás de cozinha e tomar comprimidos sem contar para os pais.

“Hoje ouvimos de muitos pais preocupados e alunos sobre o terrível desafio da boneca Momo, que estaria aparecendo em vídeos para crianças no Youtube e causando pânico entre os jovens. Por favor, cheque o que seus filhos estão assistindo on-line”, alertou a instituição.

Enquanto isso, o YouTube disse que o conteúdo relacionado a “Momo” não foi encontrado no YouTube Kids e que a plataforma permite notícias e vídeos que visam conscientizar e educar contra o desafio da boneca.

Leia mais: