Observatório Social mobiliza cidadãos e entidades em São Paulo

Foram quase dois anos de encontros e discussões sobre o melhor modelo para a implantação do Observatório Social de São Paulo, que será fundado pela organização da sociedade civil em 9 de dezembro de 2015.

No último dia 10 de novembro, Profissionais da contabilidade, empresários, entidades representativas da sociedade civil paulistana e cidadãos comuns, interessados no monitoramento de políticas públicas do município de São Paulo, participaram do seminário “Fórum Observatório Social da Cidade de São Paulo – Eu Quero mudar o Brasil”. O evento aconteceu no auditório da sede do Conselho Regional de Contabilidade do Estado de São Paulo (CRC-SP).

Divulgação
Observatório Social é alternativa para cidadãos ficarem por dentro da transparência de dados públicos

 

Representando o Observatório Social do Brasil – organização que coordena e orienta mais de 150 observatórios sociais pelo país – estiveram o vice-presidente para Assuntos de Controle e Defesa Social, Ney de Nóbrega Ribas, e a diretoria executiva, Roni Enara, palestrantes do evento, juntamente com o coordenador geral do FOBSampa, o Auditor-Fiscal Paulo Abrahão.

Ambos trouxeram casos de sucesso e compartilharam as experiências adquiridas pelos observatórios que já ajudaram a economizar para os cofres públicos mais de R$ 1 bilhão apenas nos últimos 3 anos, evitando o desperdício e a corrupção em licitações públicas e mantendo sob monitoramento a utilização do dinheiro público. Controle Social, Educação Fiscal e Monitoramento de Políticas Públicas também fizeram parte da palestra principal.

O que te move?

O objetivo desta união de cidadãos e grupos de representações é monitorar e fiscalizar a aplicação dos recursos públicos, a fim de contribuir para a melhoria da gestão pública da cidade de São Paulo. É uma boa forma de ver o dinheiro pago em impostos retornando em benefícios aos paulistanos, coibindo o desperdício e a corrupção com o dinheiro público.

O Fiquem Sabendo apoia o Observatório do Brasil e o Observatório Social de São Paulo, em prol da transparência na gestão pública e do bom uso do dinheiro público.

E como o cidadão pode participar?

Os Observatórios Sociais (OS) são organizações suprapartidárias instituídas e mantidas pela sociedade civil, tendo por objetivo promover a conscientização da sociedade para a cidadania fiscal e monitorar, junto às prefeituras, a adequada e transparente gestão dos recursos públicos, por meio de ações de participação e controle social.

Diferente de outras iniciativas de controles sociais, que atuam na defesa de direitos específicos, o Observatório Social de São Paulo atuará na fiscalização dos Programas de Governo do Município de São Paulo, monitorando os processos de planejamento, execução e avaliação das políticas públicas, com especial ênfase na ação preventiva, para evitar o mau uso dos recursos públicos, e na ação programática, priorizando os resultados das políticas públicas.

Compartilhe:

1 / 8
1
06:25
VazaJato: Moro chama integrantes do MBL de tontos e depois se desculpa
Em áudio publicado pelo perfil do Movimento Brasil Livre no Instagram o ministro da Justiça e Segurança Pública, Sergio Moro, …
2
02:42
STF adia julgamento que pode tirar Lula da cadeia
O Supremo Tribunal Federal (STF) resolveu adiar o julgamento do pedido de liberdade do ex-presidente Lula, que estava previsto para …
3
02:20
Novas regras para o uso de patinetes elétricas em SP
A prefeitura de São Paulo definiu novas regras para o uso de patinetes elétricas compartilhadas na cidade. Entre as  determinações …
4
08:30
Intercept: os principais pontos do depoimento de Moro no Senado
O ministro da Justiça, Sergio Moro, prestou esclarecimentos em audiência na CCJ (Comissão de Constituição e Justiça do Senado) sobre …
5
04:04
E se Carlos Bolsonaro fosse gay?
O ex-deputado Jean Wyllys fez uma série de posts em sua rede social apontando que Carlos Bolsonaro, o filho 02 …
6
03:02
Empresas usaram disparos no WhatsApp durante eleição de Bolsonaro
Uma reportagem publicada pela Folha de S. Paulo mostra que empresas brasileiras contrataram uma agência de marketing na Espanha para …
7
01:49
Senado diz não e derruba o decreto de armas de Bolsonaro
O Senado votou na terça-feira, 18, o parecer que pede pela suspensão dos decretos que flexibilizam o porte e a …
8
03:54
Bancada do PSL passa vergonha ao convocar e desconvocar Glen Greenwald
O deputado federal Daniel Silveira (PSL-RJ) apresentou na quarta-feira, dia 12, um requerimento na Comissão de Segurança Pública da Câmara …