Ônibus do Move começam a circular sem cobrador em BH

Por: Keila Baraçal

Empresas de ônibus de Belo Horizonte adotaram ontem a operação das viagens sem a presença do cobrador na linha 62 do Move (Estação Venda Nova/Savassi). De acordo com o Sindicato das Empresas de Transporte de Passageiros de Belo Horizonte (SetraBH), a medida é legal e foi colocada em prática no domingo por causa da redução do número de passageiros nos fins de semana. Mas, de acordo com motoristas do itinerário, a mudança deve começar a valer também para feriados e horários noturnos, segundo informações que receberam nas empresas.

 

A mudança está prevista na Lei 10.526, de setembro de 2012, que permite aos veículos de linhas troncais do Move serem operados sem o agente de bordo nos horários noturnos, domingos e feriados. A regra vale ainda para veículos dos serviços especiais caracterizados como executivos, turísticos ou miniônibus. O Sindicato dos Trabalhadores em Transportes Rodoviários (STTR) confirma a informação. “Do ponto de vista legal, desde 2012 eles podem fazer isso. Até hoje não fizeram em respeito até ao próprio sindicato”, diz o diretor de comunicação da entidade, José Márcio Gomes Ferreira. Segundo ele, por conta da lei, há pouco que o sindicato possa fazer.

Mas, na prática, a mudança desagradou motoristas e passageiros. Sem a presença do trocador nos veículos, os condutores alegam acumular a função de dirigir e cuidar do embarque e desembarque, com as tarefas do cobrador, de controle de catraca e cobrança das passagens para usuários que não têm o cartão BHBUS.

Leia a matéria completa aqui

Compartilhe: