Pantanal em chamas: saiba como ajudar ONGs que resgatam animais

Desde janeiro, as chamas já consumiram mais de 1 milhão de hectares

Por: Redação
Ouça este conteúdo

Nos últimos dias, imagens de animais mortos ou feridos pelo fogo que consume o Pantanal têm circulado o mundo e causando indignação. Desde janeiro, as chamas já consumiram mais de 1 milhão de hectares.

Somente em agosto, INPE (Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais) detectou 1.684 focos de incêndios –quase quatro vezes mais do que o mesmo período do ano passado.

Assista ao discurso de Bolsonaro na 75ª Assembleia Geral da ONU

Pantanal em chamas
Crédito: DivulgaçãoAlém da ação humana, a vegetação seca e o calor potencializam o surgimento de focos de incêndio no Pantanal

As queimadas já dizimaram mais de 10% do bioma inteiro, incluindo 32% da Reserva Particular do Patrimônio Natural (RPPN) Sesc Pantanal, a maior do país.

Queimadas no Pantanal: entenda o tamanho da devastação do bioma

No começo da semana, as chamas atingiram o Parque Estadual Encontro das Águas, na região de Porto Jofre, na cidade de Poconé (MT). O local é conhecido por abrigar a maior concentração de onças-pintadas do mundo.

Pantanal pede socorro

Na contramão do governo, que tem feito pouco ou quase nada para conter as queimadas no Centro-Oeste do país, diversas ONGs estão atuando no resgate de animais e ajudando a população afetada.

Uma força tarefa coordenada pelo Comitê do Fogo (órgão colegiado que reúne diversas instituições de governo, terceiro setor e iniciativa privada) montou um Posto de Atendimento Emergencial a Animais Silvestres – PAEAS Pantanal para receber donativos.

Crédito: Willian Gomes /Secom UFMTOnça-pintada estava debilitada quando foi resgatada

O grupo também criou uma “vaquinha virtual” (https://voaa.me/vaquinha-pantanal) com objetivo de arrecadar dinheiro para financiar ações que visam ajudar a cuidar dos animais que perderam seu habitat pelo fogo. A campanha já arrecadou mais de R$ 334 mil –pouco mais da meta que é de R$ 300 mil.

Conheça abaixo outras ações e saiba como fazer para ajudar a população e ONGs que preservam a fauna, a flora e a diversidade do Pantanal:

AMPARA Animal

A ONG criou uma campanha para arrecadar fundos para animais que estão sendo resgatados de queimadas no Pantanal, que ocorrem desde julho. A AMPARA Animal também está recrutando veterinários para compor a equipe de voluntários na região. A campanha Pantanal em Chamas ocorre em um site de financiamento coletivo. Para acessá-lo, clique aqui.

Fundação Ecotrópica

Trabalhando há 31 anos com a preservação da natureza no Pantanal mato-grossense, a Fundação Ecotrópica atualmente se empenha para conter os incêndios na região e resgatar animais feridos e afetados pelo fogo. A ONG está aceitando qualquer tipo de doação. As necessidades vão desde máscaras, luvas, perneira, botinas, camisetas, soro fisiológico, até medicamentos como, gaze, pomadas de queimadura, rifocina, repelente e demais itens farmacêuticos e de uso pessoal. Saiba aqui como ajudar.

Instituto Acaia

O Acaia Pantanal está presente no dia a dia da população ribeirinha, atuando junto às famílias e atores locais, conjugando educação e proteção social como meios de assegurar o desenvolvimento integral dos moradores da beira do rio e contribuir para o desenvolvimento socioambiental da região. Veja como ajudar clicando aqui.

SOS Pantanal

O Instituto SOS Pantanal depende de parcerias e doações para manter sua estrutura e conduzir suas atividades. Aqueles que contribuem, apoiam ações que visam a sustentabilidade social, ambiental e econômica da Bacia do Alto Paraguai, que abriga o Pantanal. Para doar, acesse aqui.

Instituto Arara Azul

A campanha “Adote um Ninho” visa apoiar as ações do Projeto Arara Azul no Pantanal, através das pesquisas e do monitoramento de ninhos naturais e artificiais. O apadrinhamento desses ninhos, através da adoção, proporcionará a manutenção da biodiversidade do Pantanal: tanto as araras-azuis como várias outras espécies de animais que ocupam as mesmas cavidades. Veja mais aqui.

Ecoa – Ecologia e Ação

A instituição trabalha diretamente no território do bioma do Pantanal. A ONG existe em 1989 e dá capacitação, sensibilização e preservação do meio ambiente para a população local.  ajuda pode ser de qualquer valor. Veja aqui como doar.

Comitiva Esperança

A Comitiva Esperança leva alimentos, produtos de higiene e informação às comunidades carentes do Pantanal e do Cerrado de Mato Grosso do Sul. Ajude clicando aqui.

Instituto Homem Pantaneiro

A missão do IHP é “preservar e conservar o Pantanal e sua história pelo fomento à geração de conhecimento para o desenvolvimento e a replicação de tecnologias ambientais inovadoras e exemplares”. É possível ajudar doando materiais ou participando de alguma atividade desenvolvida. Clique aqui e veja como ajudar.

Instituto Onçafari

O Onçafari Forests tem como meta preservar áreas de interesse ecológico. Propriedades com áreas de mata nativa ou em regeneração são doadas por filantropos à associação, que passa a protegê-las, garantindo abrigo e passagem para a fauna silvestre. Saiba mais clicando aqui.

Icas – Instituto de Conservação de Animais Silvestres

O Instituto oferece auxílio, desenvolve oficinas para moradores e material didático para crianças para estimular a preservação da fauna. O principal programa é voltado para a preservação do Tatu-Canastra, espécie também presente na região do Pantanal. Saiba como doar aqui.

WWF

O WWF trabalha para proteger espécies ameaçadas de extinção, conservar grandes áreas ambientais, impactar positivamente a vida das pessoas que vivem nelas. O Pantanal está entre as regiões de atuação da organização. Saiba como fazer a sua parte clicando aqui.

Wild Conservation Society (WCS) – Brasil

O braço brasileiro da WCS desenvolve um programa específico para o bioma do Pantanal. O instituto tem a missão de preservar, mas também promover pesquisas científicas sobre a fauna e flora. As doações são feitas em dólar, a partir de US$ 25