Últimas notícias:

Loading...

PM sufoca jovem negro com ‘mata-leão’ até ele desmaiar na Grande SP

Vídeos mostram PM pressionando peito de garoto de 19 anos, que se debate até ficar desacordado

Por: Redação

Um jovem negro de 19 anos ficou desacordado após ser abordado violentamente por um PM com um golpe “mata-leão”. O caso ocorreu na tarde do último domingo, 21, em Carapicuíba, na Grande São Paulo.

Imagens gravadas por moradores mostram um dos PMs com o joelho no peito do jovem, que estava deitado no chão, já dominado se debatendo até desmaiar.

Crédito: Reprodução/TV GloboVídeos mostram jovem negro desmaiado após ser estrangulado duas vezes por PM durante abordagem em Carapicuíba

Em outro vídeo, um policial militar aparece dando um golpe “mata-leão” no entregador, que desmaia pela segunda vez. Em seguida, ele é jogado pelos PMs dentro de uma viatura do 33º Batalhão e levado para a delegacia.

Em entrevista ao “Bom Dia SP”, o rapaz, que não quis se identificar por medo de represália, disse que se assustou com a presença dos policiais, se desequilibrou e acabou batendo na moto de um dos policiais. Foi quando o policial o agarrou pelo pescoço.

“Eu não sou nenhum marginal, por mais que eu tô errado andando sem habilitação, eu não sou nenhum marginal”, disse o jovem.

Na delegacia, os PMs alegaram que o jovem tentou fugir de uma abordagem de rotina, por isso foi perseguido, dominado e preso.

Em nota, a Secretaria da Segurança Pública (SSP) alega que o “jovem desrespeito a ordem de parada, bateu em uma viatura, entrou em luta corporal com um dos PMs, que o imobilizou com técnicas de defesa pessoal”.

O órgão também disse que que o caso sendo analisado e que os PMs foram afastados das operações nas ruas.

George Floyd

O caso fez relembrar ao do americano George Floyd, que morreu sufocado no dia 25 de maio durante a ação policial em Minneapolis (EUA) e que desencadeou uma onda de protestos pelo mundo todo contra o racismo.

O vídeo gravado por uma adolescente mostra Floyd dizendo que não conseguia respirar.

Saiba como denunciar violência policial

Destacamos diferentes ferramentas de denúncia contra a violência policial. Além da agressão física, configura-se também pela intimidação moral, no uso ilegal e ilegítimo da força ou da coação. Seja por meio de órgãos públicos ou plataformas digitais, confira dicas sobre como denunciar violência policial:

Disque 100

Canal de comunicação que possibilita conhecer e avaliar a dimensão da violência contra os direitos humanos e o sistema de proteção, bem como orientar a elaboração de políticas públicas.

Ouvidoria de PM

Recebe denúncias contra policiais militares e civis que, eventualmente, tenham cometido atos arbitrários ou ilegais; Faz a apuração das queixas. A denúncia pode ser feita anonimamente, por meio de carta e-mail ou telefone.

Em São Paulo, por exemplo, a denúncia pode ser feita até online.

Corregedoria das polícias Civil e Militar

Criado para apurar desvio de conduta policial, órgão pode instaurar inquérito policial quando o crime é cometido por agentes de segurança e, neste caso, encaminhado à justiça comum.

Ministério Publico – MP

Tem como função processar infratores e fiscalizar ações de órgãos públicos envolvidos em investigação criminal, como polícia e órgãos de perícia.

DefeZap

Desenvolvido em 2016 pelas organização Nossas, a plataforma tem como objetivo dar visibilidade à questão da segurança pública e defesa dos direitos humanos.

A plataforma recebe denúncias de violência policial, realiza apurações preliminares e encaminha casos aos órgãos competentes. Conheça a plataforma.

Compartilhe: