Preso no Caso Marielle, lutador tem foto ao lado de Bolsonaro

Josinaldo Lucas Freitas foi preso na manhã desta quinta-feira, 3, suspeito de ter jogado ao mar as armas que assassinaram Marielle Franco

Por: Redação

O professor de artes marciais Josinaldo Lucas Freitas, o Djaca, preso na manhã desta quinta-feira, 3, acusado de ter jogado no mar as armas que teriam sido usadas no assassinato da vereadora Marielle Franco (PSOL) e do motorista Anderson Gomes, tem duas fotos ao lado do presidente Jair Bolsonaro (PSL) publicadas nas redes sociais.

Em uma das imagens, lutador e político aparecem fazendo o sinal de positivo. Na foto aparece a data “28 de outubro de 2018”, dia em que Bolsonaro foi eleito presidente da República. Porém, não há como saber se a foto foi tirada naquele dia, ou apenas postada para comemorar a vitória do político.

Uma das pessoas que curtiram a foto foi Marcio Mantovano, também preso na operação desta quinta-feira.

lucas freitas bolsonaro
Crédito: ReproduçãoLutador que foi preso no Caso Marielle tem foto ao lado de Jair Bolsonaro

Na outra foto, feita em 2017 durante um torneio de luta, Djaca e Bolsonaro estão – de acordo com a legenda – ao lado de um veterinário que é amigo do lutador.

bolsonaro marielle
Crédito: ReproduçãoOutra foto do lutador bom Bolsonaro

Josinaldo Lucas Freitas vive e dá aulas na zona oeste do Rio de Janeiro, na região de Rio das Pedras e Muzema, onde os milicianos dominam as favelas. O lutador já chegou a postar nas redes sociais panfletos que fazem propaganda de um serviço de transporte de passageiros apelidado de “Uber da milícia”.

As informações são da VEJA.

Compartilhe: