Últimas notícias:

Loading...

Procon notifica Smart Fit por dificultar cancelamento de matrículas

O órgão de defesa do consumidor recebeu mais de 800 denúncias de usuários que tentaram romper o contrato após denuncias de envolvimento com fake news

Por: Redação

O Procon de São Paulo notificou o Grupo Smart Fit por dificultar o cancelamento de matrículas após receber mais de 800 denúncias. O órgão pediu um posicionamento da rede de academias sobre o sistema de cancelamento de contrato em meio à pandemia de Covid-19.

Crédito: Divulgação/FacebookProcon notifica Smart Fit por dificultar cancelamento de matrículas

Apenas entre os dias 1 e 3 de junho, o órgão recebeu 400 reclamações contra a empresa. Nas redes sociais, clientes da rede afirmam que a empresa tem exigido que os pedidos de cancelamento sejam feitos presencialmente, masas academias estão fechadas por causa da quarentena decretada pelas autoridades como combate a pandemia do novo coronavírus.

A Smart Fit afirmou, por meio de nota, que não fará cancelamentos enquanto as academias estiverem fechadas. “Porém, não existe qualquer prejuízo aos clientes, uma vez que as mensalidades não estão sendo cobradas”.

Segundo o Procon,  a maioria das queixas dos consumidores é relacionada a dificuldade de cancelamento dos serviços contratados e a continuidade das cobranças, sem devolução dos valores pagos, mesmo sem a prestação dos serviços.

A Smart Fit tem sido alvo de campanhas na internet pelo boicote a rede com o cancelamento das matrículas depois que Edgar Corona, dono das redes Bio Ritmo e Smart Fit e declarado apoiador do presidente Jair Bolsonaro (sem parti), passou a ser um dos alvos investigados na operação da Polícia Federal que investiga esquemas de fake news. Corona é apontado como um dos articuladores e financiadores do esquema.

O órgão de defesa do consumidor deu 72h para a Smart Fit informar “se todas as unidades encontram-se fechadas e se há algum serviço sendo disponibilizado de forma remota ou à distância; nos casos em que o consumidor solicita o cancelamento do contrato e devolução dos valores pagos, quais são os procedimentos adotados; qual a política de cancelamento, suspensão ou reagendamento dos serviços contratados que vem sendo adotada e quais os canais de atendimento disponibilizados ao consumidor”.