CORONAVÍRUS
Loading...
Últimas notícias e tudo que você precisa saberAtualizando informações
Infectados-
Mortes-
Recuperados-

Projeto Arte da Capa revela novos artistas

Por: Catraca Livre
divulgação
Kellen Carvalho

Um novo projeto do Centro Cultural da Juventude Ruth Cardoso utiliza o folder como suporte para a criação e difusão das artes visuais. Intitulado Arte da Capa, o projeto convida a cada edição um artista para criar uma ilustração. Neste mês, quem assina a capa é a designer Kellen Carvalho, que fez uma ilustração em cima do artigo “Sonhos, Tangos & Tragédias”, do escritor Xico Sá.

Formada em Comunicação Visual na Escola Panamericana de Arte e Design, Kellen se aproximou do desenho na época do ginásio por meio de uma professora de artes. A sua trajetória começou no último ano do curso quando trabalhou em algumas editoras como a Abril e a Escala e em pequenas agências de publicidade. “A minha primeira ilustração profissional foi feita para uma produtora de vídeo. Criei personagens sobre um especial do programa Rá Tim Bum da Tv Cultura em comemoração do centenário da imigração japonesa no Brasil.”

A partir daí não parou mais, participou de alguns concursos internacionais como o Panathlon e o Typo Berlin 2008 e atua como designer e ilustradora para diversas mídias. “Eu gosto muito de participar de concursos por causa da liberdade artística, o primeiro que participei foi na Panamericana, para o Panatlhon International, fiquei entre os oito colocados e meu trabalho ficou em uma exposição em Milão, na Itália. E no Typo Berlin a minha ilustração foi a vencedora,” conta Kellen.

E foi por meio de um concurso que ela foi convidada para expor sua ilustração em um folder do CCJ: “participei do Concurso Folha de ilustração 2010, foram quatro ilustrações pautadas por matérias ou artigos, entre eles escolhi um artigo do Xico Sá. Um mês depois o pessoal do CCJ teve acesso ao meu trabalho pela internet, entraram em contato comigo e pediram exatamente essa ilustração para o projeto Arte na Capa de junho.

Apegada aos movimentos artísticos como surrealismo, dadaísmo, pop arte e as histórias em quadrinhos, ela mistura essas influências em seus trabalhos: “eu acho que qualquer expressão visual precisa passar conteúdo e atitude,” define. E é exatamente essa ideia que seus trabalhos procuram comunicar.

Imigração Japonesa

Compartilhe:

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie.