Informar

Projeto plantará 100 árvores em homenagem a vítimas de LGBTfobia

Ato será realizado no dia 11 de junho no Parque Vila do Rodeio, zona leste de São Paulo

Por: Redação | Comunicar erro

A cada 25 horas, uma pessoa LGBT (lésbicas, gays, bissexuais, trans e travestis) morre no Brasil. Como parte das atividades de junho, mês do orgulho LGBT, o projeto “Em Memória” vai homenagear as vítimas desse tipo de crime com o plantio de 100 árvores em Cidade Tiradentes, São Paulo, no próximo dia 11 de junho.

“O plantio de uma árvore simboliza a vida em sua forma mais plena, pois cada muda plantada representará uma vida ceifada de uma pessoa identificada como sendo LGBT; cada árvore plantada ficará como memória desta pessoa que não teve a chance de realizar seus sonhos”, afirmam os organizadores do evento.

O projeto busca transformar um fato triste em esperança com o plantio das árvores

O objetivo do ato é transformar um fato triste em esperança por meio da natureza. A iniciativa é uma parceria entre a Secretaria Municipal do Verde e Meio Ambiente de São Paulo, a Ultrafarma e a Associação da Parada do Orgulho LGBT (APOGLBT).

O encontro terá apresentação de Stella Windson, participação musical da cantora Suellen Luz e da artista convidada Flavia Carvalhais, além da presença de representantes do governo e parceiros da APOGLBTSP.

  • Serviço:

Em Memória: Homenagem às vítimas de LGBTfobia
Data: 11 de junho às 9h
Local: Parque Vila do Rodeio. Rua Igarapé da Bela Aurora, 342 – Cidade Tiradentes (SP)

  • Leia mais:

https://catracalivre.com.br/geral/cidadania/indicacao/brasil-e-o-pais-que-mais-mata-lgbts-no-mundo-1-cada-25-horas/

Compartilhe: