Roteiro: o que fazer em 2 dias em Manaus

Um dia de arte e cultura no centro e um de rio e belas vistas. Vamos?

Por: Redação | Comunicar erro

Veio de fora da cidade e está perdido? Tem parente na área e não sabe para onde levar? A gente te ajuda! Manaus é uma cidade incrível e cheia de coisas legais para fazer de dia e de noite. Animou? Então vamos lá!

As dicas são da Letícia Accioly publicadas no site Arquitetei. “Apesar dos problemas que a maioria dos centros urbanos possui, a capital manauense oferece aos turistas de plantão uma boa lista de afazeres”.

DIA 1

Centro da Cidade

Sim, tem que ir! Se o seu primeiro dia de turista for em um domigo, deixe este programa para segunda-feira! A movimentação nas ruas faz parte do show!

1 – Mercado Adolpho Lisboa

Recentemente restaurado, o Mercado é um dos melhores centros comerciais de produtos regionais. Comece comendo um x-caboclinho, lanche típico da cidade recheado com queijo coalho, banana, ovo e tucumã, uma fruta deliciosa que vai bem nessa mistura. Aproveite para comprar bombons e outras delícias locais.

2 – Rua Marechal Deodoro

Ahh, mas essa rua é espetacular! Os amantes por compras que o digam! Além do vai-e-vem das pessoas, você encontra de tudo o que imaginar. Vale dar uma volta por lá.

3 – Palacete Provençal na Praça da Polícia

O local que já foi por mais de cem anos quartel da Polícia Militar hoje abriga 6 museus: a Pinacoteca do Estado do Amazonas, o Museu da Imagem e do Som do Amazonas (MISAM), Sala de arqueologia, Esculturas do Mundo, Museu Tiradentes e Museu de Numismática Bernardo Ramos. Além disso a praça é uma gracinha e merece uma volta.

4 – Largo São Sebastião e Teatro Amazonas

O mais conhecido cartão-postal de Manaus é um lindo prédio inaugurado em 1896, fruto da riqueza que o Ciclo da Borracha deixou para a cidade. Além da visita ao teatro, a praça é outro passeio a parte. Tem galerias de arte, bares, restaurantes e um clima de tranquilidade. Destaque para o clássico Bar do Armando, restaurantes Delícias da Marlene (no melhor estilo Bom, Bonito e Barato) e, justo ao lado, o Estação Cultural Arte e Fato, para curtir um show a noite.

5 – Praça da Saudade

Não muito longe do teatro fica esta outra linda área verde. Após diversas intervenções, a Praça tornou-se um lugar bastante frequentado e muito agradável, rodeada com árvores e jardins – além de botequinhos durante a noite.

6 – Palácio Rio Negro

Hoje é um Centro Cultural que oferece diversas exposições, mas já foi a residência do alemão Waldemar Scholz, o “Barão da Borracha”, no início do século XX.

7. Jantar regional

Calderada é um dos pratos típicos da região[/img]

Após o longo dia de pernadas pelo centro da cidade, nada como uma deliciosa refeição pra fechar o dia, não? A cidade oferece uma série de opções de restaurantes regionais! Independente de qual você escolha, procure no cardápio “Banda de Tambaqui assada”, “Tucunaré na chapa”, “Caldeirada de Tambaqui”, ou qualquer prato que envolva nossos peixes regionais! Vir a Manaus e não experimentá-los é a mesma coisa que ir à Roma e não ver o Papa!

 

8 – Música ao vivo

A cidade respira cultura. Sempre tem um show ao vivo bacana acontecendo, principalmente pelo centro. Quer voz e violão? O Bar do Armando é uma boa. Quer samba? O Bar Caldeira pode te receber muito bem. Quem rock? Veja a programação do Arte e Fato. Tem mais um tanto de opções aqui!

SEGUNDO DIA

– Passeio de barco

Há várias empresas especializadas em excursões pelos rios do Amazonas. Procure a que mais se encaixa com a sua disponibilidade.

Se o seu passeio não inclui refeições, o dia pode começar com um bom café da manhã em algum dos vários cafés regionais encontrados ao longo da estrada. Dica: aprecie uma tapioquinha de queijo coalho com tucumã, ou um cuscuz de milho com leite,  ou uma pamonha quentinha acompanhada de um cafezinho.

1 – Mergulho com os botos

2 – Vista para a Ponte Rio negro

3 – Visita ao Encontro das Águas

– Ponta Negra

De volta à cidade, depois de um bom descanso, a noite pode terminar com um passeio tranquilo pelas calçadas da Ponta Negra.

Por lá, o turista aprecia a vista para a Ponte Rio Negro, agora de um ângulo um pouco diferente e com um brilho a mais (a iluminação na Ponte encanta!). Além disso, pode-se praticar algum esporte nas quadras que a orla oferece, ou ficar em um quiosque tomando um sorvete de açaí mesmo hahah

 

Leia a matéria completa no site Arquitetei.

Compartilhe:

1 / 8
1
20:44
São Paulo, capital da Cultura | Entrevista por Catraca Livre
Atuando como Secretário Municipal de Cultura em São Paulo desde janeiro desse ano, Alê Youssef ainda está no começo da …
2
07:26
STF e o limite da liberdade de expressão
O presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), Dias Toffoli, anunciou em março a abertura de um inquérito para investigar casos …
3
01:03
Ex-presidente do Peru tenta suicídio após receber ordem de prisão
O ex-presidente do Peru Alan García morreu nesta quarta-feira,17, após atirar contra si mesmo em uma tentativa de suicídio em …
4
04:45
Famosos fazem desabafo sobre depressão
Recentemente, o humorista Whindersson Nunes publicou uma série de posts em sua rede social desabafando sobre um sentimento profundo de …
5
01:32
Quem disse que não dá para surfar na cidade?
A Surf House Brasil é o lugar perfeito para você quer aprender a surfar ou ficou com saudade de pegar …
6
01:45
Catedral de Notre Dame: 8 séculos de história queimam em Paris
Um incêndio de grandes proporções atingiu a Catedral de Notre Dame, em Paris. O local é um dos pontos turísticos …
7
02:29
Vídeo analisa a maior irresponsabilidade na vida de Bolsonaro
O presidente Jair Bolsonaro mandou desativar os radares de rodovias federais. Será que é uma boa ideia? A Folha de São …
8
05:43
Entenda a proposta de Bolsonaro para a educação domiciliar
O presidente Jair Bolsonaro assinou o projeto de lei que pretende regulamentar a educação domiciliar no país. Se aprovada pelo …