Últimas notícias:

Loading...

Tudo o que sabemos até agora sobre o tiroteio em escola dos EUA

Esse foi o terceiro tiroteio em escola mais mortal na história do país; 89% do corpo discente é composto por latinos

Por: Redação

Pelo menos 19 crianças e 2 adultos foram mortos em um tiroteio à uma escola de Uvalde, Texas, nos Estados Unidos, nesta última terça-feira, 24 de maio. As informações sobre as mortes foram confirmadas por autoridades locais a Associated Press (AP) e também pelo governador do Estado do Texas, Greg Abbott.

Tudo o que sabemos até agora sobre o massacre em escola dos EUA
Crédito: Allison Dinner/AFP via Getty ImagesTudo o que sabemos até agora sobre o massacre em escola dos EUA

Como aconteceu o tiroteio?

O senador estadual, Roland Gutierrez disse com base em informações da polícia, que o atirador tinha 18 anos e era morador da cidade de Uvalde. Ele entrou na instituição de ensino por volta de 9h30 (horário de Brasília) armado com dois rifles estilo militar.

A polícia local disse que o atirador agiu sozinho. “A investigação está nos dizendo que o suspeito agiu sozinho neste momento”, falou o chefe de polícia do Distrito Escolar Independente de Uvalde, Pete Arredondo.

A tragédia se tornou o terceiro massacre mais mortal em uma escola na história moderna dos Estados Unidos. Segundo a contagem feita pela Education Week, apenas esse ano já foram registrados 27 tiroteios em escolas K-12 (ensino infantil até o ensino médio). Com mais um na conta, o número caminha para ser maior que do ano passado, em que foram registrados 34 ataques com armas às escolas do país.

O que se sabe sobre o atirador?

O governador do Estado identificou o suposto atirador como Salvador Ramos, um antigo aluno da Uvalde High School – e que se encontra morto após ser abatido pela polícia. Ainda segundo Abbott, ele teria atirado na avó antes de entrar na escola e causar o tiroteio. “Não tenho mais informações sobre a conexão entre esses dois tiroteios”, disse.

“Estamos no processo de obter informações detalhadas sobre o assunto, seu motivo, os tipos de armas usadas, a autoridade legal para possuí-las e conduzir uma investigação abrangente da cena do crime”, acrescentou.

Apelo por leis mais rígidas ao porte de armas nos EUA

O incidente serviu como uma demonstração da epidemia nacional de violência armada que assola o país. O apelo por leis mais rígidas sob o porte de armas nunca esteve tão presente como agora. Em tempo, na próxima sexta-feira, 27 de maio, acontece em Houston, o encontro anual da National Rifle Association, um dos grupos políticos e de organizações de defesa de armas mais poderosos no país.

O presidente dos Estados Unidos, Joe Biden, que tinha voltado recentemente de uma viagem à Ásia, falou sobre novas restrições para o sistema armamentista e comentou emocionado a respeito do tiroteio.

“Estou cansado disso”, falou ele em uma coletiva de imprensa. “Temos que agir. E não me diga que não podemos ter um impacto nesta carnificina.”

O presidente ainda colocou: “Como nação, temos que perguntar – quando, em nome de Deus, vamos enfrentar o lobby das armas? Quando, em nome de Deus, faremos o que todos sabemos que precisa ser feito?”.

Tiroteio deixa 21 mortos em escola dos Estados Unidos
Crédito: Dario Lopez-Mills/APTiroteio deixa 21 mortos em escola dos Estados Unidos

Escola atacada atendia muitos alunos de ascendência latina

A Robb Elementary School atende aproximadamente 500 alunos da segunda à quarta série e tem como público majoritário alunos latinos. Nesta quinta-feira, 26 de maio, estava programada para ser o último dia de aula do distrito antes das férias de verão.

“Quando os pais deixam seus filhos na escola, eles têm toda a expectativa de saber que poderão buscá-los quando o dia escolar terminar. E há famílias que estão de luto agora, e o estado do Texas está de luto com elas”, disse o governador durante a coletiva de imprensa, acrescentando que as autoridades estaduais “farão tudo o que for necessário para garantir que cenas de crimes como esta não sejam se repetirá no futuro”.

Cidade da escola atacada é majoritariamente latina

Uvalde é uma cidade pequena que tem cerca de 16 mil pessoas, ela fica localizada entre San Antonio e a fronteira dos Estados Unidos com México. A população é quase 80% hispânica ou latina, com 10% dos residentes nascidos fora do país, segundo dados do último Censo.

Segundo dados da escola, o os alunos que frequentam a Robb Elementary são 89% latino.

“Estamos na encruzilhada de culturas com nossa língua e costumes”, diz o site da cidade. Uvalde é conhecida por sua renomada produção de mel, que ajudou a cidade a ganhar o título de “Capital Mundial do Mel”.

Indignação de técnico de basquete viralizou nas redes sociais

Steve Kerr, técnico do Golden State Warriors, deu uma emocionante entrevista coletiva antes de um jogo que aconteceu na noite da última terça-feira, 24. As fala incisiva de Kerr sobre a legislação de controle de armas viralizou pelas redes sociais.

“Quaisquer perguntas sobre basquete não importam”, falou Kerr, cujo pai Malcolm, enquanto servia como presidente da Universidade Americana de Beirute, foi atingido por uma bala e foi morto no campus em 1984. “Quando vamos fazer alguma coisa?”, gritou Kerr, batendo a mão na mesa. “Estou tão cansado de subir aqui e oferecer condolências às famílias devastadas que estão lá fora… Desculpe, estou cansado de momentos de silêncio”.

Kerr ainda criticou os senadores por não terem votado no HR 8, a Lei Bipartidária de Verificação de Antecedentes, que foi aprovada na Câmara há um ano.

“Há uma razão para eles não votarem nele”, falou Kerr. “Para manter o poder. Então peço a você, [líder da minoria no Senado] Mitch McConnell, peço a todos vocês senadores que se recusam a fazer qualquer coisa sobre a violência e os tiroteios em escolas e supermercados. Eu lhe pergunto, você vai colocar seu próprio desejo de poder à frente da vida de nossos filhos, idosos e fiéis? Porque é o que parece. É o que fazemos todas as semanas. Então estou farto. Já tive o suficiente.”

Ele acrescentou: “Vamos jogar o jogo hoje à noite. Mas eu quero que cada pessoa aqui, cada pessoa que está ouvindo isso pense em seu próprio filho ou neto, ou mãe ou pai ou irmã, irmão. Como você se sentiria se isso acontecesse com você hoje? Não podemos ficar insensíveis a isso.”

Os 10 tiroteios mais mortíferos da história dos Estados Unidos

  • Virginia Tech: Blacksburg, Virginia, 2007, 32 alunos e professores mortos.
  • Sandy Hook Elementary School: Newtown, CT, 2012, 20 alunos, 6 professores mortos, um total de 27 vítimas.
  • Robb Elementary School: Uvalde, Texas, 2022, 19 alunos e 2 adultos mortos, total de 21 vítimas.
  • Marjory Stoneman Douglas High School: Parkland, Flórida, 2018, 17 alunos e professores mortos.
  • Universidade do Texas-Austin: Austin, Texas, 1966, 15 pessoas mortas no campus, 17 vítimas no total.
  • Columbine High School: Columbine, Colorado, 1999. 12 alunos, 1 professor morto por dois homens armados.
  • Santa Fe High School: Santa Fe, Texas, 2018, 9 alunos e 1 professor mortos
  • Umpqua Community College: Roseburg, Oregon, 2015, 8 alunos e 1 professor mortos.
  • Red Lake Senior High School: Red Lake, Minnesota, 2005, 5 alunos, 1 professor, 1 segurança morto, 9 vítimas no total.
  • Universidade Oikos: Oakland, Califórnia, 2012, 7 estudantes mortos.

Com informações da revista Time.

Compartilhe:

Tags: #Crime #Escola
?>