Violoncelista levado por engano deixa presídio

Músico da Orquestra de Cordas da Grota foi levado uma blitz da PM no Rio de Janeiro

Por: Redação
Ouça este conteúdo

Luiz Carlos Justino, de 23 anos, foi solto neste domingo, 6, depois de ter sido preso na última quarta-feira, 2. Ele estava com três amigos quando foi abordado depois de se apresentar com a Orquestra de Cordas da Grota de Niterói.

O músico foi acusado de participar de um assalto à mão armada ocorrido em 2017. A família alega que ele fazia uma apresentação no momento do crime, mas ficou detido por quatro dias.

Crédito: DivulgaçãoVioloncelista preso por engano deixa presídio

Casado e pai de uma menina de 3 anos, Justino é negro, violoncelista e músico desde os 6 anos. Ele sonha em ir para a faculdade.

Preso por engano

A violência policial pode ir além da agressão física. Configura-se também pela intimidação moral, no uso ilegal e ilegítimo da força ou da coação.

  • 6.220 pessoas foram mortos pela polícia Civil ou Militar; média de 17 pessoas por dia
  • Onze em cada 100 mortes violentas intencionais foram praticadas por agentes de segurança
  • Assassinatos causados por policiais aumentaram 19,6% em 2018_ única categoria de morte violenta que registrou alta
  • Homens negros, entre 15 e 29 anos, estão entre principais vítimas de policiais
  • Em 2018, o Disque Direitos Humanos recebeu quatro denúncias contra policiais militares por dia

Seja por meio de órgãos públicos ou plataformas digitais, confira dicas sobre como denunciar violência policial:

Disque 100

Canal de comunicação que possibilita conhecer e avaliar a dimensão da violência contra os direitos humanos e o sistema de proteção, bem como orientar a elaboração de políticas públicas.

Ouvidoria de Polícia

Recebe denúncias contra policiais militares e civis que, eventualmente, tenham cometido atos arbitrários ou ilegais; Faz a apuração das queixas. A denúncia pode ser feita anonimamente, por meio de carta e-mail ou telefone.

Em São Paulo, por exemplo, a denúncia pode ser feita até online.

Corregedoria da Polícia Civil e da Polícia Militar

Criado para apurar desvio de conduta policial, órgão pode instaurar inquérito policial quando o crime é cometido por agentes de segurança e, neste caso, encaminhado à justiça comum.

Ministério Publico – MP

Tem como função processar infratores e fiscalizar ações de órgãos públicos envolvidos em investigação criminal, como polícia e órgãos de perícia.

DefeZap

Desenvolvido em 2016 pelas organização Nossas, a plataforma tem como objetivo dar visibilidade à questão da segurança pública e defesa dos direitos humanos.

A plataforma recebe denúncias de violência policial, realiza apurações preliminares e encaminha casos aos órgãos competentes. Conheça a plataforma.

Compartilhe: