Últimas notícias:

Loading...

Vítima de homofobia, casal é espancado por 15 homens em vagão de metrô em SP

Aos gritos de "Parem de se beijar, seus viados. Olha o respeito. Saiam do vagão", grupo atacou casal em vagão da linha 1 azul do metrô

Por: Redação

No último domingo, 9 de novembro, um casal foi agredido dentro do metrô entre as estações Armênia e Luz, da linha azul. No Facebook, os jovens Raphael Martins, de 20 ano, e Danilo Ferreira Putinato, de 21, relataram que tudo começou quando um grupo de 15 homens embarcaram no vagão com destino ao centro da cidade.

Era por volta das 14h quando os namorados se beijavam dentro do vagão, até que um grupo, integrantes de uma torcida organizada segundo testemunhas, deu de encontro com o casal.Os homens passaram então a fazer ofensas verbais contra os jovens, exigindo que deixassem a composição.

Reprodução/ Facebook
Raphael Martins sofreu fratura no nariz e será submetido à cirurgia de reparação

Com a recusa do casal, o grupo começou a desferir golpes contra os dois, agredindo o rosto e outras regiões do corpo, com socos e chutes. Quando as portas do metrô se abriram , os dois foram expulsos do vagão. Raphael teve o nariz fraturado e será submetido a uma cirurgia de reparação.Danilo não sofreu lesões graves.

♂  Por um mundo livre  –Ferramenta recebe denúncias online de homofobia e racismo

Em repúdio aos constantes episódios de violência contra o público LGBT, o Catraca Livre se faz presente na luta pelo respeito à diversidade e, sobretudo, à vida. Aqui, destacamos uma ferramenta de denúncias on line para casos de homofobia e racismo.

Criada pela Secretaria de Participação e Parceria (SMPP), a ferramenta visa facilitar o atendimento à população e, dessa forma, fazer com que o Poder Público possa coibir atos discriminatórios contra a população negra e a LGBT, além de elaborar políticas públicas de proteção para esses grupos. As denúncias devem ser feitas através de preenchimento de formulário disponível no site Secretaria. Acesse aqui o site da Prefeitura e realize a sua denúncia.

Compartilhe: