Últimas notícias:

Loading...

Weintraub alega que concursos públicos selecionam esquerdistas

Em vídeo divulgado por Bolsonaro, ministro da Educação afirma que doutrinação ideológica pauta questões de exames

Por: Redação

Neste domingo, 12, o presidente Jair Bolsonaro (sem partido) publicou em sua página do Facebook um vídeo no qual o ministro da Educação, Abraham Weintraub, alega que existe um plano da esquerda para selecionar pessoas em concursos públicos e ocupar espaços em áreas importantes, com a Abin (Agência Brasileira de Inteligência).

Crédito: Antonio Cruz/Agência Brasil | DivulgaçãoMinistro da Educação disse que concursos públicos têm viés de esquerda

“Doutrinação e mentiras até nos concursos”, escreveu o presidente da República na apresentação do vídeo. “Caso fosse perguntado numa prova: após a saída de João Goulart, em 1964, quem assumiu a presidência da república? Qual sua resposta?”

Segundo o ministro, o último exame para a Abin apresentou poucas questões matemáticas e termos como “estadunidense”. “Na seleção, já seleciona pessoas com viés de esquerda nos concursos, como é o Enem”, diz no vídeo. Assista:

– Doutrinação e mentiras até nos concursos.- Caso fosse perguntado numa prova: após a saída de João Goulart, em 1964, quem assumiu a presidência da república? Qual sua resposta?

Posted by Jair Messias Bolsonaro on Sunday, January 12, 2020

Para Weintraub, essa política de seleção não começou com o PT, mas no governo de Fernando Henrique Cardoso (PSDB). “Uma doutrinação que começa de uma forma suave, e gradualmente você vai começando a achar o errado normal e, de repente, você tem que achar o errado bonito”.

No vídeo de um minuto, Weintraub não apresenta provas das alegações que fez sobre a doutrinação de esquerda nos concursos públicos.