Youtuber Nátaly Neri sofre racismo após vídeo sobre Bolsonaro

Famosa foi chamada de “preta fedida”

Por: Redação
Youtuber Nataly Neri foi vítima de racismo
Crédito: Reprodução InstagramYoutuber foi vítima de racismo

Nátaly Neri foi vítima de racismo por parte internautas, após publicar no Youtube, no dia 24 de outubro, um vídeo explicando por que não votaria no até então candidato Jair Bolsonaro – eleito presidente da república no último domingo, 28.

No vídeo, a youtuber apresenta dados, notícias e declarações do próprio político sobre o que faria com o Brasil caso fosse eleito.

Assim que o resultado oficial da eleição foi confirmado, uma seguidora disparou mensagens de ódio direcionadas à famosa, como “volta para a África, preta fedida” e “você tem que comer merda, preta vagabunda, macaca”. Outros internautas, então, complementaram as mensagens com mais ofensas.

Após os ataques, Nátaly gravou stories no Instagram informando que irá denunciá-los assim que se recuperasse emocionalmente.

Apesar do preconceito de parte dos usuários da rede social, os seguidores da youtuber saíram em sua defesa.

“Você não está sozinha”, disse uma fã. “Você é luz! Obrigada por tudo, obrigada por existir”, afirmou outra admiradora.

Confira a repercussão abaixo:

Relatos de racismo na web
Crédito: Reprodução InstagramRelatos de racismo na web
Desabafo da youtuber Nátaly Neri
Crédito: Reprodução InstagramDesabafo da youtuber Nátaly Neri

(*) Os comentários foram apagados, como você pode ver no link abaixo: