10 filmes para você repensar a sua alimentação

As pessoas não costumam pensar no impacto da produção de alimentos à natureza e ao meio ambiente, mas tudo pode mudar

Por: Catraca Livre

Quando a gente para pra almoçar, jantar ou fazer qualquer refeição, dificilmente nos perguntamos sobre o caminho daquele alimento desde sua origem até nossa mesa.

E esse questionamento pode ser bastante desconfortável – longe das nossas vistas, a produção de alimentos pode causar enormes danos climáticos ao planeta, maltratar animais, entre muitas outras coisas ruins e desagradáveis.

Mas como consumidor e parte fundamental da cadeia produtiva dos alimentos, fazer este esforço é quase uma obrigação – seja para evitar indústrias danosas ao meio-ambiente, seja para cobrar mudanças do mercado, seja para fazer escolhas sustentáveis ou ecologicamente corretas.

Por isso, preparamos uma lista com 10 filmes que tratam o assunto sob óticas e pontos de vista diferentes, mas que podem expandir os seus horizontes, fazer você refletir e levantar a bola para uma discussão essencial.

1 – COMIDA S.A. (Food, Inc.)

Documentário indicado ao Oscar em 2010, traça um perfil da criação e abate de animais na indústria de carnes, mostrando como a utilização de hormônios e antibióticos é prejudicial à saúde dos consumidores. Entrevistando pessoas que mudaram seus hábitos alimentares – e sua saúde -, “Comida S/A” também propões soluções reais.

2 – O ALIMENTO É IMPORTANTE (Food Matters)

Um dos mais aclamados filmes do gênero, “Food Matters” utiliza dados e histórias reais para questionar a indústria dos alimentos, farmacêutica e da saúde, mostrando que, com uma alimentação melhor, grande parte das doenças das doenças que mais matam no mundo poderiam ser evitadas.

https://www.youtube.com/watch?v=Y8pWGHXQ22E

3 – GORDO, DOENTE E QUASE MORTO (Fat, Sick and Nearly Dead)

Bem-humorado, o filme mostra histórias reais de pessoas que sofriam com a obesidade e alguns das suas piores consequências (como problemas graves de saúde) e decidiram mudar os seus hábitos para “nascer de novo”. Uma prova de que mesmo em casos extremos, é possível mudar – e uma alimentação saudável é possível e essencial.

LEIA A MATÉRIA NA ÍNTEGRA AQUI

Compartilhe: