6 brincadeiras para fazer com crianças sem usar brinquedos

Brincadeiras simples, como "Pedra, Papel e Tesoura", sempre fazem sucesso com as crianças.
Brincadeiras simples, como “Pedra, Papel e Tesoura”, sempre fazem sucesso com as crianças.

Brincar faz bem à criança, estimula criatividade, desenvolvimento, raciocínio, além de garantir bons momentos de diversão. Nem sempre é necessário um brinquedo ou de uma brincadeira mais elaborada para fazer uma criança se distrair e se divertir. É o caso das brincadeiras com as mãos, sons vocais ou adivinhação!

Ideais para serem feitas com dois ou mais participantes, essas brincadeiras são simples e contam com a participação ativa da criança. Elas podem ser feitas a qualquer momento, em casa, no carro, enquanto se espera para ser atendido em um consultório médico, e até mesmo antes de dormir.

As crianças precisam ter, no mínimo, dois anos para poderem compreender e participar precisamente deste tipo de brincadeira.

Confira as dicas abaixo!

1 – Luta de dedões 

Brincadeira feita entre duas pessoas, onde cada uma estica um de seus dedões. Com as mãos entrelaçadas, começa-se a luta! Cada um tem que pegar o dedão do outro. É uma brincadeira simples e que garante boas risadas.

2 – Que barulho (som) é esse?

brincadeira_barulho
Brincar de imitar e adivinhar sons diverte qualquer criança.

Essa brincadeira pode ter dois ou mais participantes. Uma pessoa faz um som com a boca, mãos, ou dedos, e a outra tem que tentar descobrir o que é. Os pais e os filhos se intercalam nas vezes de fazer o som e na adivinhação. O som pode ser de animais, barulhos da natureza, ou de qualquer coisa que a criatividade permitir no momento.

3 – Não pode piscar!

Uma brincadeira rápida, porém engraçada e que pode ser repetida várias vezes. A regra é um ficar olhando fixamente no olho do outro e quem piscar primeiro, perde.

pedra_papel_tesoura_2
A tesoura corta o papel, o papel embrulha a pedra e a pedra quebra a tesoura.

4 – Pedra, papel e tesoura! 

Brincadeira tradicional também conhecida como joquempô. Os participantes ficam um de frente para o outro e, ao mesmo tempo, jogam uma das mãos para frente representando um dos três símbolos: pedra (mão fechada), papel (mão aberta) ou tesoura (dedos indicador e médio estendidos). A regra para saber o vencedor é a seguinte: a pedra ganha da tesoura (porque a quebra), a tesoura ganha do papel (porque o corta), e o papel ganha da pedra (porque a embrulha). Em caso de os participantes mostrarem o mesmo símbolo, acontece um empate e se joga outra vez até desempatar.

5 – Em que mão está?

Vale pegar qualquer objeto que está à vista no local, como uma bolinha de papel, um anel, uma borracha, ou qualquer coisa que caiba bem em uma mão fechada. A brincadeira se consiste somente em segurar firme o objeto em uma das mãos, de forma que o outro participante não veja, e pedir para ele adivinhar em qual mão está.

6 – Duelo de mãos

Outra brincadeira simples e que diverte as crianças. A regra é ficar palmas das mãos de um em cima das palmas das mãos do outro. Quem estiver com as palmas das mãos viradas para cima, precisa tentar tirá-las rapidamente e tocar em uma mão, ou nas duas, do outro. E quem está com as mãos viradas para baixo, precisa tentar tirá-las rapidamente para não ser tocado.

Veja mais:

Com informações de Mãe Sem Fronteiras.

1 / 8
1
02:35
Criatividade e Solidariedade: transformando a dor em beleza.
A vida do garoto Angelo Henry, morto em 2014, inspirou uma linda história de solidariedade que ressoará na vida de …
2
01:17
A mãe que reescreveu a história da sua filha
O que uma mãe não faz por seus filhos? A Alessandra, mãe da Naná, notou que às vezes havia uma certa …
3
02:47
Não existe nada por acaso
Um dos melhores intérpretes da MPB, Simoninha doou o seu talento à Orquestra Sinfônica Heliópolis em um show no Masp …
4
04:36
Brasileira cria aplicativo que promove a inclusão
"Brainy Mouse" é o nome do aplicativo que une criatividade, inclusão e tecnologia. Criado pela brasileira Ana Sarrizo esse jogo carrega …
5
04:17
Restaurante brasileiro é referência mundial de sustentabilidade
Sair para comer fora também pode ser um ato de resistência contra a destruição do planeta – e isso vale …
6
01:41
As camisas dos verdadeiros campeões
Você está vendo essa criança com camisa de futebol? Essa não é uma camisa comum, na realidade ela é uma …
7
01:47
Mestres da Criatividade: Grafites atropelam a intolerância
Um movimento de arte em favor do amor e contra a intolerância surgiu nas ruas de Berlim: Paint Back, promovido …
8
04:53
Como a passagem de um livro virou uma música sublime
Numa passagem da obra-prima "O tempo e o Vento", de Érico Veríssimo, a protagonista Ana Terra se encanta com sua …