Publicidade

Entreter

A primavera árabe feita por elas: ruas do Cairo dão voz à luta feminista

Arte urbana reforça papel da mulher egípcia na maior cidade da África

Por: Redação | Comunicar erro
...
Publicidade

Entre vitórias e derrotas, a explosão da primavera árabe, em 2011, na cidade do Cairo, Egito, deixou um importante legado expressado em suas ruas e paredes: a luta das mulheres por direitos, respeito e liberdade.

Reprodução.
Homenagem a Iman Salama nas ruas da capital egípcia

Graffitis, estêncils, painéis e outras intervenções urbanas dão voz a histórias de impunidade como o caso de Iman Salama, assassinada a tiros após enfrentar um homem acusado de assediá-la na rua.

Além das homenagens, os trabalhos ressaltam o papel da mulher na sociedade egípcia e sua contribuição para o cenário político atual da maior cidade da África.

[leiamais dir tit=”leia também”]No Afeganistão, grafiteiras apagam sinais da guerra e opressão com tinta e spray[/leiamais]

Compartilhe:

Publicidade
Publicidade

Museu de Anatomia Humana da USP exibe peças que ensina como o seu corpo funciona

Cereja Flor: O lugar das taças de sorvetes gigantes em São Paulo

Fondue taiwanês é a próxima delícia que você tem de provar

Médica tira dúvidas sobre anticoncepcional

Refugiados se tornaram microempreendedores em um lava-rápido em São Paulo

Publicidade