Frank Quitely diz ao Catraca sobre como entrar no mercado de HQ

Por: Guilherme Solari

Frank Quitely é um dos maiores nomes do quadrinho atual, desenhista de obras como Novos X-Men, All-Star Superman, Batman & Robin, entre inúmeras outras. Colaborador de Grant Morrison e Mark Millar, ele virá ao Brasil em dezembro para a Comic Con Experience, feira de quadrinhos e cultura geek que acontece em São Paulo.

O artista respondeu a algumas perguntas do Catraca Livre sobre a profissão de quadrinista, como entrar no mercado e o que espera da sua vinda ao Brasil. Veja abaixo:

wp-image-1104298 size-full
wp-image-1104298 size-full
Capa da edição brasileira de We3, publicada pela Panini[/img]

Que sugestões você daria a jovens artistas tentando entrar no mercado de quadrinhos?

Eu comecei a trabalhar com autopublicação em quadrinhos underground, depois mandando o meu portfolio para editores e eventualmente consegui trabalho.

Isso ainda é uma boa forma de entrar no mercado, mas hoje também tem a Image Comics, web comics, muitos sites onde artistas podem mostrar o seu trabalho, e sites como o Kickstarter e Patreon, além de convenções de quadrinhos.

Existem diferentes formas de mostrar o seu trabalho, mais do que nunca, e você pode usar uma, algumas ou todas elas – mas a melhor forma de ser pago por seu trabalho é fazer o seu melhor trabalho toda vez.

Se você chega em cada quadro e página que você vai desenhar com a mentalidade de que vai ser a melhor coisa que você já fez – e isso vale pra toda página mesmo, você sempre vai estar mais perto do seu potencial completo do que as outras pessoas, porque a maior parte das pessoas não dá 100% o tempo todo.

Qual você acha a melhor adaptação de uma história de super-herói para o cinema ou televisão?

Eu realmente não sei. Eu não assisti a muitos filmes ou séries de super heróis… eu assisto a pouquíssimos filmes e quase nunca televisão.

No que você está trabalhando agora?

Estou trabalhando junto do meu amigo Mark Millar no Legado de Jupiter Volume 2, edição 4. Ambos os volumes tem 5 edições, então estamos chegando no ato final.

Que mensagem você gostaria de enviar aos seus fãs brasileiros, que querem te encontrar na Comic Con Experience?

Eu estou muito entusiasmado de ir ao Brasil! É um país que eu sempre quis visitar. Eu adoro ir a lugares novos, conhecer pessoas novas e provar comidas novas. E o melhor de ir ao Brasil para uma convenção é que a maior parte das pessoas que eu vou encontrar são fãs de quadrinhos, portanto vamos ter muito do que conversar. Uns anos atrás, quando Alan Grant foi a uma convenção no Brasil, ele me disse que foi a melhor experiência da vida dele. Eu mal posso esperar!

Compartilhe: