4 passos para montar uma reserva de emergência

Por: Silvia Melo

Gastos imprevistos sempre podem aparecer, por isso é tão importante ter sempre um dinheirinho guardado para eventuais emergências. Se está difícil conseguir fechar as contas e poupar uma parte do seu salário, veja as principais dicas dos educadores financeiros:

Anote tudo que você ganha e gasta

Ter isso claro em um papel ou planilha vai te ajudar a enxergar os gastos supérfluos e definir o que é possível cortar.  Uma boa dica é listar em ordem crescente quais as despesas prioritárias. O que ficar no pé da lista, possivelmente serão os gastos dispensáveis.

Defina um valor mensal a ser poupado

Com o corte de despesas, naturalmente vai te sobrar mais dinheiro no fim do mês. Defina um valor fixo para ser poupado todos os meses.

Escolha um tipo de investimento

Nesta etapa, esqueça que poupança existe e parta para investimentos que garantam uma maior rentabilidade para você. Com as taxas de juros que temos hoje no Brasil, o Tesouro Direto ou o CDB (Certificado de Depósito Bancário) são muito mais vantajosos, mesmo com a cobrança do Imposto de Renda.

Compartilhe: