Enem: prova de hoje teve aplausos, brigadeiros e abraços grátis

Informar

Enem: 5 dicas para se preparar utilizando o Instagram

A rede social pode ser uma grande aliada para otimizar os estudos na reta final para o exame

Por: Redação | Comunicar erro

A poucas horas da segunda prova do Enem, no próximo domingo, 11, ainda dá tempo de aproveitar os minutinhos que faltam e usar o Instagram, como um grande aliado para se preparar para o exame. Isso mesmo, as redes sociais são novos recursos que ajudam a potencializar os estudos.

É o que comenta Cláudio Falcão, diretor do Sistema de Ensino pH: “O candidato consegue acessar aos links indicados, assistir aos vídeos curtos (Stories) e até mesmo acompanhar conteúdos mais produzidos no IGTV (TV dentro do Instagram para vídeos de longa duração)”.

Outra vantagem que o vestibulando tem ao utilizar esse tipo de ferramenta é encontrar vários assuntos reunidos em um único lugar. “Ele consegue acompanhar plataformas educacionais que oferecem vídeos com dicas e assuntos contemporâneos. Isso acaba reforçando a base conceitual e ele não precisará buscar coisas em lugares diferentes”, explica o diretor.

Com o Enem se aproximando, o educador aconselha os alunos a seguirem perfis que falam de educação e de atualidades. “O ideal é seguir instituições ligadas à educação e que tragam informações e debates”. Falcão cita exemplos como sistemas de ensino, revistas de circulação nacional, jornais, escolas, contas com acontecimentos sobre o mundo e assuntos ligados ao vestibular.

Instagram GIF – Find & Share on GIPHY

Discover & share this Instagram GIF with everyone you know. GIPHY is how you search, share, discover, and create GIFs.

É preciso, porém, ficar de olho em duas coisas: as distrações dentro do aplicativo e a confiabilidade das informações. Para a concentração, ele sugere que o candidato tenha um horário definido de uso da rede social com objetivos exclusivamente pedagógicos. “Se ele encontrar um vídeo ou algum post que tenha alguma relação com o vestibular, aí sim ele pode estender esse tempo focado nos estudos”.

Na questão da confiabilidade é preciso ter atenção e preocupação com as fontes. “É importante sempre dar preferência aos jornais de grande circulação, a empresas mais ligadas à área da educação, a revistas de circulação nacional, plataformas educacionais. Porque ele terá mais certeza da veracidade daquela informação”, finaliza.

Crédito: iStockInstagram pode ser uma boa ferramenta para ajudar os vestibulandos nos estudos

Para ajudar os estudantes a se prepararem, o professor Antônio José Chaves, coordenador de Jornalismo e da Pós-graduação em Mídias Sociais da UniCarioca  passa cinco dicas de como ser dar bem estudando via Instagram. Algumas delas validando o que foi dito anteriormente por Cláudio Falcão. Confira:

1)     “O Studygram e outras formas de estudo por meio do Instagram vêm crescendo muito nos últimos meses, principalmente entre os vestibulandos, grupo mais jovem e antenado, e entre os “concurseiros”, galera mais velha e que encontrou na ferramenta uma maneira de focar nos estudos, por meio de leitura destacada e gráficos expositivos, de modo mais objetivo que um tutorial no Youtube, por exemplo.

2)     A dica básica para ter sucesso nos estudos usando o Instagram é disciplina. É preciso criar uma rotina de estudos, de preferência com horários razoavelmente definidos – ou a mesma hora em determinados dias da semana, ou um número de horas por dia.

3)     Outra dica: se vir um conteúdo importante, salve-o ou marque-o. Pode ser que você queira encontrá-lo depois e não consiga. Organize pastas no próprio Instagram e no seu smartphone ou computador. Em pouco tempo, talvez você consiga montar seu próprio Studygram, inclusive com dicas para outros usuários.

4)     E, claro, durante os estudos, é fundamental não se distrair com outras postagens feitas no Instagram ou mesmo em outras redes. Se perceber que não consegue manter a concentração, experimente desativar as notificações quando for estudar. Também faz parte do aprendizado compreender que alcançar determinados objetivos requer um pouco de sacrifício.

5)      O aluno deve ficar com o “pé atrás” em conteúdos sem referências, ou assinados por fontes duvidosas. De início, use hashtags que possam ajudar a filtrar conteúdos e grupos, e peça dicas a outros usuários. Com o tempo, ficará mais fácil identificar e compartilhar as postagens mais relevantes”, conclui o professor da UniCarioca.

Cadastre-se aqui e fique por dentro das melhores dicas do Catraca Livre

Simule em quais faculdades você pode entrar com a nota do Enem

Compartilhe: