Mulheres negras, trans e índios têm bolsas de 100% em produtora

O local oferece cursos e workshops de roteiros, humor e atuação, com bolsas de estudo para mulheres negras, pessoas trans e índios

Por: Redação | Comunicar erro

Mulheres negras, pessoas transexuais e índios têm bolsas de estudo de 100% em todas as atividades do Studio FICs – Fábrica de Ideias Cinemáticas, um novo espaço audiovisual no centro da cidade de São Paulo.

O local oferece cursos e workshops de roteiros, humor e atuação, além de atuar como agência de criação de conteúdo audiovisual, que atende produtoras, agências e emissoras.

As turmas dos cursos têm limite de até 20 pessoas. Para cada curso, serão oferecidas três bolsas integrais: uma para transexuais, uma para indígenas e uma para mulheres negras.

Para garantir uma das bolsas, é preciso enviar carta de intenção (com no mínimo 15 e no máximo 30 linhas) contendo apresentação pessoal; síntese de sua formação educacional; resumo profissional; sua intenção no curso; por que a bolsa deve ser sua.

Crédito: iStock/skyNextProdutora oferece bolsas para mulheres negras

A carta será avaliada por uma comissão de duas pessoas da coordenação do Studio FICs, que dará um retorno em até cinco dias antes do início de cada  atividade.

A produtora FICs existe há 10 anos e colaborou com a produção das séries “3%” (Netflix), “Natália” (Universal Channel) e “Vida de Estagiário” (Warner). Agora, traz um novo espaço para proporcionar capacitação e aprendizagem no segmento audiovisual.

As atividades são destinadas aos profissionais e estudantes de diferentes áreas, como cinema, jornalismo, publicidade, letras e afins. Para conhecer e se inscrever nos cursos, clique aqui.

O palestrante e cineasta Newton Cannito é quem vai inaugurar o Studio FICs com o workshop “O Mercado Audiovisual, Inovação, Criatividade e Ação”. A programação é gratuita e acontece nesta quarta-feira, 18, às 19h.

Anote o endereço: Rua Rêgo Freitas, 454, 11º andar, República, em SP.

Compartilhe: