Plataforma promove o desenvolvimento integral de professores

Vivescer promove a troca de experiências e o desenvolvimento integral de educadores para impulsionar a qualidade da Educação no país

Por: Redação | Comunicar erro
Crédito: iStockInstituto Península lança a primeira plataforma de Desenvolvimento Integral com foco nos professores

Com o intuito de fortalecer a qualidade da aprendizagem no Brasil, nada como investir em quem ensina: os educadores. Por essa razão foi criada a Vivescer, uma plataforma online gratuita focada no desenvolvimento integral de educadores. Todo conteúdo foi feito por educadores para educadores. Tendo como base pesquisas e consultas de diversos autores, tais como  Ken Wilber, um renomado pensador americano e criador da Teoria Integral.

A iniciativa do Instituto Península, organização social que tem como objetivo a melhoria da Educação brasileira é que neste espaço os professores também troquem experiências, discutam os desafios da profissão e compartilhem boas práticas de ensino em um formato de comunidade online exclusiva só para estes profissionais.

“Nós, do Instituto Península, estamos constantemente em busca de entender as necessidades dos professores e fomos a fundo para desenvolver essa experiência. Acreditamos que essa iniciativa vai promover a transformação dos professores brasileiros, agentes de mudança social, política e pedagógica fundamentais para melhorar a qualidade da Educação do nosso país”, afirma Heloisa Morel, diretora do Instituto Península.

O intuito é que os professores sejam desenvolvidos tanto como profissionais quanto como indivíduos, ou seja, se conheçam melhor e explorem ao máximo todo seu potencial. Por isso é proposto o desenvolvimento do professor integral no âmbito físico, emocional, intelectual e social. Isto porque, o Instituto Península acredita que o autoconhecimento contribui para lidar com os desafios pessoais. O que reflete de forma positiva no trabalho em sala de aula ajudando o docente a lidar com os desafios em sala de aula.

A plataforma conta com quatro jornadas formativas: Emoções, Mente, Corpo e Propósito.  Para dar uma ideia do conteúdo da primeira, em “Emoções” vídeos, textos, testes e dicas vão desenvolver as competências socioemocionais dos educadores. Todo conteúdo vai ajudar os educadores a entenderem como as emoções afetam tanto sua vida pessoal quanto profissional e influenciam diretamente na relação com os alunos. Ao completar um jornada na plataforma, a próxima é liberada.

“A Educação precisa de uma mudança que só se produz coletivamente, mas essa transformação começa primeiro em cada um, a partir do autoconhecimento e do autodesenvolvimento. Acreditamos que o professor deva ser esse ponto de partida e de conexão com o todo”, explica Mariana Breim, educadora Vivescer.

Instituto Península

Nós acreditamos que desenvolver o professor não só como profissional, mas também como individuo é um caminho possível para melhorar a qualidade do ensino no Brasil. Por isso, criamos a Vivescer,…

A Vivescer também estimula a criação de uma comunidade em que os professores geram aprendizado e trocam boas práticas entre si. Durante os estudos para a criação da plataforma, o Instituto Península conversou com diversos educadores e constatou uma queixa recorrente entre eles. Embora inspiradora, muitas vezes esta profissão pode ser solitária e os professores se sentem sem ajuda em sala de aula para responder às situações desafiadoras dos alunos como, por exemplo, suprimir dificuldades pessoais ou de sociabilização. “Os educadores, em geral, afirmam que a solidão da profissão é um dilema que eles enfrentam diariamente. Por isso, essa plataforma também tem o papel de estimular a troca de aprendizagem entre estes profissionais com o compartilhamento de experiências  e ajudar o professor na sua rotina”, afirma Heloisa.

O objetivo da Vivescer é que todos os professores do país se desenvolvam integralmente por meio da plataforma, ajudando a tornar a comunidade escolar ainda mais inspiradora e uma poderosa ferramenta para a melhora na qualidade da Educação no País. O Instituto Península acredita que juntos, neste espaço de troca e desenvolvimento, os professores poderão encontrar caminhos para a mudança que a educação brasileira necessita e merece.

Cadastre-se aqui e fique por dentro das melhores dicas do Catraca Livre

7 professoras youtubers (incríveis) que você deveria conhecer

Compartilhe: