12 tradições de casamento pelo mundo que você não vai acreditar

Já nos acostumamos a ver as noivas serem conduzidas ao altar por seus pais e jogarem seus buquês para as convidadas solteiras, ou a trocar uma nota de dinheiro por um pedaço da gravata do noivo. Veja outras possibilidades.

O mundo é grande e variado. Todos os países, povos, religiões, crenças e filosofias que lhe dão vida carregam uma riqueza cultural extraordinária, responsável por uma infinidade de tradições. Embora algumas delas possam parecer normais, outras vão além dos limites da lógica. No que diz respeito aos casamentos, uma área particularmente sensível do ponto de vista religioso, os costumes de algumas comunidades do planeta são exemplos reais dessa variedade. Porém, a tolerância deve prevalecer e é conveniente presumir que suas celebrações e rituais são perfeitamente normais para essas culturas e, às vezes, muito mais sagradas do que podemos imaginar.Vamos mostrar algumas dessas tradições de casamento, enquanto nos deleitamos com a extraordinária diversidade do mundo, um verdadeiro presente.

Sergio Gisbert
Foto: Sergio Gisbert

 1. Casamento La Soupe 

Felizmente para muitos noivos franceses, há tradições de casamentos que passam por revisão, atingem sua versão moderna e deixam seus rastros (e odores) apenas nos livros de história.

No passado, ao final da festa, enquanto os noivos acreditavam estar “enfim sós”, seus amigos ainda estavam no salão despejando todos os restos dos copos, pratos (guardanapos incluídos), conteúdo das lixeiras dos banheiros e outras coisas encontradas pelo chão dentro de um penico. Era a famosa La Soupe. Antes que o casal pudesse dar conta de todos os botões, ilhoses e colchetes, seu quarto era invadido e eles eram obrigados a beber tudo o que tinha ali!

Hoje em dia, o conteúdo não passa de chocolate, champagne, ou os dois batidos juntos, mas ainda servidos num urinol. A dica é provar sempre com uma bacia por perto…

2. Contêiner Humano

Na Escócia, além da particularidade de vermos homens usando saias nos casamentos (na realidade o traje típico chamado Kilt), as noivas – e às vezes os noivos também – devem fazer uma peregrinação malcheirosa pelas ruas antes de finalmente dizer o decisivo “eu aceito”. A ideia é emporcalhar a noiva com lixo até que seu corpo e suas roupas estejam repletos de “gostosuras” como leite coalhado, peixe, ovo podre, comida estragada, alcatrão, lama, penas… Superar este desafio simboliza a perseverança na busca da felicidade no casamento. As moscas agradecem!

Fabijan Vuksic Photography
Foto: Fabijan Vuksic Photography

3. Mama África

No início da cerimônia de casamento realizada pela nação Maasai (Quênia e Tanzânia), o pai da noiva a abençoa cuspindo em sua cabeça e seios. Em seguida, ela caminha sozinha em direção à sua nova casa sem olhar para trás, pois acredita que se fizer isso vai se transformar em pedra. Durante o percurso, a moça é insultada pelas mulheres da família do noivo, mas calma! Não se trata de ciúme crônico do filhinho adorado da mamãe (ou do fofo das avós, titias, maninhas e primas). É apenas uma forma de proteger o casal contra o azar e os maus espíritos, segundo os cânones sagrados desta tribo africana.

Obs: O casamento é consumado quando um boi entra na cabana do novo casal conduzido pela mãe da noiva e, ali mesmo, é sacrificado.

Continue lendo essa matéria aqui!

Compartilhe:

1 / 8
1
06:15
Marvel aposta em representatividade para seus próximos lançamentos
O painel da Marvel Studios no palco do Hall H, o maior auditório da San Diego Comic-Con, foi um dos …
2
03:58
Netflix: ‘Cuba e o cameraman’ registra a história nua e crua de Cuba
"Cuba e o Cameraman", de 2017, disponível na Netflix, é um registro de centenas de horas de gravações feitas por …
3
03:56
Netflix: ‘Capitão Fantástico’ é inspiração para a família toda
Chegou na Netflix o filme “Capitão Fantástico”, que faz sucesso entre adultos e crianças. Você vai se inspirar com a história …
4
05:57
15 memes imperdíveis sobre o governo Bolsonaro
Já ouviu falar em deep fake? A tecnologia usada para colocar o rosto de uma pessoa em outra em um …
5
05:57
Netflix: ‘Olhos que condenam’, quando a justiça não é cega
"Olhos que condenam" é uma minissérie com 4 episódios que conta a história real de um dos maiores e mais …
6
02:59
A origem dos filmes da Disney
No vídeo de hoje, a nossa correspondente Taty Leite, do Canal Vá Ler um Livro, conta sobre como os filmes …
7
01:17
Conheça as obras de Robert Mapplethorpe
O jornalista Gilberto Dimenstein foi ao museu Guggenheim, em Nova Iorque e comenta a carreira do fotógrafo Robert Mapplethorpe, que …
8
03:04
Netflix: comédia argentina fala sobre arte e amizade
O cinema argentino nos brinda com mais um grande filme, disponível agora na Netflix. “Minha obra-prima” é um filme para …