CORONAVÍRUS
Tudo o que você precisa saberÚltimas notícias e tudo que você precisa saber

9 ficções científicas ‘diferentonas’ para assistir na Netflix

Por: Fábio Freire

O gênero ficção científica é um dos mais prolíferos do cinema e sempre tem algo novo entrando em cartaz, mesmo que seja apenas uma produção “normal” que pega alguns elementos sci-fi para usar em sua narrativa.

Nesta quinta-feira, 20, por exemplo, “Vida”, com Jake Gyllenhaal e Ryan Reynolds, estreia na tela grande e traz mais uma história de nave sendo atacada por um ser estranho no espaço.

Já na Netflix, o elogiado e vencedor do Oscar de efeitos especiais “Ex-Machina” está disponível desde o início da semana.

Aproveitando os dois filmes fresquinhos, que tal vestir a fantasia de astronauta ou olhar para o que o futuro nos reserva nessas 9 sci-fis diferentonas que você pode assistir na plataforma de streaming:

Reprodução / Netflix
“Ex-Machina: Instinto Artificial”

Ex-Machina: Instinto Artificial (2014)

Uma mistura de ficção científica e filme noir, com direito a uma robô femme fatale, o longa marca a estreia do diretor Alex Garland e mostra um cientista egocêntrico (Oscar Isaac) que chama um matemática para testar seu novo experimento de inteligência artificial, uma robô extremamente humana (Ava, vivida por Alicia Vikander). Claro que o resultado não sai como o esperado.

Reprodução / Netflix
“Sob a Pele”

Sob a Pele (2013)

Scarlett Johansson é uma alienígena devoradora de homens nessa ficção científica bem estranha que está longe de agradar todos os públicos. De ritmo mais lento e contemplativo, o filme pouco explica sobre a origem e o que a alienígena está fazendo na Terra e tem um desenvolvimento que não está muito interessado em dar respostas ao espectador.

Reprodução / Netflix
“Quando te Conheci”

Quando te Conheci (2015)

Mistura de ficção científica e romance, o longa explora um tema um tanto batido: no futuro, amar e demonstrar emoções são proibidos. Mas se a premissa não é novidade, o filme compensa com um visual bastante interessante, principalmente a fotografia que muda de tons quase como se estivéssemos escolhendo um filtro no Instagram. Com Kristen Stewart e Nicholas Hoult.

Reprodução / Netflix
Crédito: Picasa“THX 1138”

THX 1138 (1971)

Antes de revolucionar a ficção científica com a saga “Star Wars”, George Lucas dirigiu esse filme que mostra um futuro distópico em que a humanidade vive sob extremo controle. No longa, um homem e uma mulher decidem enfrentam o sistema e escapar dessa sociedade cheia de regras. O destaque é a direção de arte setentista.

Reprodução / Netflix
“Brazil – O Filme”

Brazil – Filme (1985)

Dirigida pelo visionário Terry Gilliam (que mais tarde faria “12 Macacos”), o longa também mostra um futuro distópico onde um burocrata vira inimigo do governo depois de tentar corrigir um erro administrativo. A produção ganhou duas indicações para o Oscar, roteiro original e direção de arte.

Reprodução / Netflix
“A Mosca”

A Mosca (1986)

Remake de um clássico da década de 1950, esse filme dirigido pelo mais estranho dos cineastas canadenses, David Cronenberg, virou cult nos anos 1980 ao narrar a história de um cientista (Jeff Goldblum) que mescla seu corpo com o de uma mosca por acidente. Considerado escatológico, o filme ganhou o Oscar de melhor maquiagem na época.

Reprodução / Netflix
“Os Agentes do Destino”

Os Agentes do Destino (2011)

Baseado em um conto do renomado autor de sci-fis, Philip K. Dick, o filme mostra um futuro em que a vida de cada cidadão é determinada pelos “agentes do destino”, encarregados de manter tudo sob controle para que nada saia do planejado. Graças a uma paixão inesperada, o cidadão comum destinada a virar político, David Norris (Matt Damon), precisa fugir para viver um romance que não está escrito em sua trajetória.

Reprodução / Netflix
“Distrito 9”

Distrito 9 (2009)

Quem diria quem uma ficção científica feita na África do Sul seria indicada ao Oscar de melhor filme? O longa de Neill Blomkamp conseguiu esse feito ao trazer uma abordagem política para o gênero, misturando alienígenas, transformações biológicas e genéticas e diferenças entre classes sociais. O resultado é envolvente e recebeu quatro indicações ao Oscar (filme, roteiro adaptado, edição e efeitos especiais).

Reprodução / Netflix
Crédito: Photo: Stephen Vaughan“O Preço do Amanhã”

O Preço do Amanhã (2011)

Em um futuro próximo, as pessoas param de envelhecer aos 25 anos. Enquanto os ricos têm uma vida de juventude garantida pela frente, os pobres precisam trabalhar para ganhar mais tempo, caso contrário o relógio da vida para de funcionar para eles. Justin Timberlake se envolve com uma garota rica e tenta mudar essa lógica em um longa com ritmo de filme de ação.

  • Leia mais:

Compartilhe:

Tags:#Filmes
1
Jogos Olímpicos de Tóquio são adiados por conta do coronavírus
Os Jogos Olímpicos de Tóquio foram adiados por conta da pandemia de coronavírus. A decisão foi anunciada nesta terça-feira, 24, …
2
Coronavírus: serviços disponíveis para melhorar seus dias em casa
As TVs por assinatura e os serviços de streaming flexibilizaram seus pacotes e ampliaram a programação disponível para jovens, crianças …
3
Babu no BBB20: Precisamos falar sobre racismo
Os inúmeros episódios de racismo sofridos por Babu no BBB 20 estão dando o que falar. Segue com a gente …
4
Ronaldinho Gaúcho e a polêmica do passaporte falso no Paraguai
Dizer que Ronaldinho Gaúcho é o rei do rolê aleatório gera um total de zero novidades. Mas o bruxo resolveu …
5
Assédio de Pyong ganha destaque em paredão com Guilherme e Gizelly
Não faltou polêmica no paredão entre Guilherme, Pyong e Gizelly no Big Brother Brasil 20.Isso porque o paredão desta terça-feira, …
6
A eterna campanha para desqualificar ‘Democracia em Vertigem’
A menos de uma semana do Oscar, o documentário “Democracia em Vertigem” volta a ser alvo de ataques. Desta vez, …
7
Democracia em Vertigem é indicado ao Oscar; confira outros finalistas
Finalmente foi divulgada a lista dos finalistas ao Oscar 2020 e uma das grandes surpresas para nós brasileiros foi a …
8
Davi (ex-Banda Uó) indica seus lugares favoritos em SP
Qual a relação entre uma batalha de vogue e o bairro oriental da Liberdade? Na cidade de São Paulo vivida …