Aguinaldo Silva rebate criticas de Marco Pigossi à Fina Estampa

"E eu, que vivi os tempos da Censura, achando que finalmente era proibido proibir", disse o autor de novelas

Por: Redação
Ouça este conteúdo

O autor Aguinaldo Silva rebateu as críticas de Marco Pigossi à novela Fina Estampa, na TV Globo e comparou o comentário do ator à censura, e questionou sua relevância se levada em consideração os números de audiência que a reprise vem tendo.

Crédito: Divulgação e Reprodução/InstagramAgnaldo Silva rebate criticas de Marco Pigossi à Fina Estampa

Atualmente exibida no horário nobre da TV Globo, a trama reproduz estereótipos machistas, racistas e homofóbicos, e já foi muito criticada nas redes sociais.

O ator disse em uma live com o ator João Vicente De Castro, no Instagram do canal GNT  que se envergonha da novela e que Fina Estampa não deveria ser reprisada. “Eu me vendo agora em 2011, essa ‘Fina Estampa’ que tá passando agora foi 2011. Eu tinha 22 anos, com umas mechas loiras no cabelo. Fora o que se falava. Essa novela deveria ser proibida de reprisar porque são tantas barbaridades. É uma loucura passar uma novela dessa”, opinou o ator, em

Em seu perfil do Twitter, o autor de novelas respondeu: “Um ator diz que Fina Estampa ‘devia ser proibida de ser reprisada’. Acho que ele quis dizer que os 50 milhões de espectadores que a veem deviam ser proibidos de gostar tanto da reprise da novela. E eu, que vivi os tempos da Censura, achando que finalmente era proibido proibir”, comentou Aguinaldo, sem citar nominalmente Pigossi.

Aguinaldo Silva seguiu com as críticas. “Aliás, deixem que lhes diga uma coisa: quando um artista que se considera libertário diz que o trabalho de mais de 150 pessoas que vivem das artes como ele devia ser proibido. Bem, alguma coisa está errada”.

Compartilhe: