Últimas notícias:

Loading...

BBB 21: Num paredão contra Rodolffo, não há sentido eliminar a Carla

Pressionar Lucas para deixar o reality, falas machistas e preconceituosas não podem ser menos pior do que uma mulher apaixonada iludida

Ouça este conteúdo

O paredão desta semana no Big Brother Brasil 21 (BBB 21) está dando o que falar pela disputa acirrada entre Carla Diaz e Rodolffo, enquanto Fiuk está apenas como coadjuvante. Enquanto a atriz é vítima de uma relação tóxica com o instrutor de Crossfit, Arthur, o cantor sertanejo profere falas preconceituosas.

Crédito: Montagem Reprodução/TVGloboBBB 21: Num paredão contra Rodolffo, não há sentido eliminar a Carla

O que impressiona é a única pessoa da berlinda que é vítima de algo extremamente negativo, dentro da casa mais vigiada do Brasil, ser uma das principais cotadas para deixar a disputa pelo R$ 1,5 milhão.

Carla Diaz não consegue se desvencilhar da relação com Arthur. Está apaixonada e se ilude, constantemente, com as atitudes do brother que uma hora declara paixão, noutra, a trata mal. O público está cansado de vê-la sendo ‘trouxa’? Está. Mas isso não faz com que ela mereça a eliminação, especialmente quando há outro participante com condutas infinitamente mais condenáveis.

A atriz representa diversas mulheres que diariamente cedem aos jogos de homens inseguros como Arthur. Se a sister tivesse visto seu amado falando mal dela, dizendo que não está tão envolvido assim, enquanto ela estava no quarto secreto, seria compreensível ela ser cobrada por uma postura contra as investidas dele, mas isso não aconteceu. Ela não viu nada disso, ela não sabe de nada disso. Carla é a vítima.

Enquanto isso, apesar de adotar um estilo mais quietão, Rodolffo já teve posturas condenáveis pelo público. Não por estar apaixonado, iludido e imerso numa relação tóxica, mas por convicção.

Quem não se lembra do cantor sertanejo dizendo que estava querendo abrir a porta do confessionário e pressionar Lucas Penteado a deixar o reality da TV Globo?

Se condutas opressoras com Lucas Penteado serviram para eliminar tantos participantes do reality, por que as de Rodolfo não?

Podem alegar que ‘quem vive de passado é museu’, que isso já faz muito tempo. Então, vamos aos fatos recentes.

Enquanto os participantes se arrumavam para a festa de sábado (20), no quarto Cordel, o sertanejo criticou a roupa escolhida por Fiuk. “Ó lá, mandaram um vestido pro Fiuk…”, disse. O filho de Fábio Jr. se incomodou com o comentário e respondeu: “Não zoa, não, que eu gosto de vestido” e, em seguida, retirou-se do cômodo para terminar de se arrumar no Quarto Colorido.

Então, Rodolffo questionou Sarah: “Como que leva esse menino (Fiuk) de vestido para as boates em Goiânia, ôh Sarah?”. A consultora de marketing comenta: “Ele é famoso, famoso dá para levar” e diz que no município do estado natal do amigo os homens são brutos, mas também tem os gays.

“Essa é a chance de fazer eles mudarem”, pondera Gilberto, visivelmente incomodado com o comentário. “É as chérrima (os gays) vão nele”, diz Rodolffo, em seguida.

Tendo em vista esses episódios vividos por Rodolffo dentro do BBB 21, não há sentido em penalizar Carla Diaz com a saída do reality. O cantor protagonizou cenas preconceituosas. A atriz é vítima e uma vítima comum, como tantas de nós já fomos diversas vezes e encontramos grandes dificuldades de abrir os olhos estando apaixonadas por homens que não gostam tanto assim da gente.

Carla Diaz merece nossa empatia e não nosso ataque, neste momento.

Inclusive pensando no desenrolar do jogo, a atriz é uma personagem muito mais crucial do que o cantor sertanejo. A trama em que Carla está envolvida com Arthur ainda pode render grandes desdobramentos. E devemos esperar que eles sejam positivos, que ela consiga dar a volta por cima, por ela mesma, e abandonar o romance naufragado com o instrutor de Crossfit.

Ainda pensando em jogo, qual mensagem o público passará aos brothers, dentro do BBB 21, eliminando primeiro Carla e não Arthur? Existem comportamentos que não podemos endossar, mas também nem parecer concordar.

A saída da atriz antes do instrutor de Crossfit em nada é positiva, por mais que estejamos cansados de vê-la sendo desrespeitada e sem dar um basta na situação.

#ForaRodolffo