Cancelada? Netflix é acusada de hipersexualizar crianças em filme

O filme "Lindinhas" está disponível desde quarta-feira, 9, na plataforma de streaming e tem recebido duras críticas nas redes sociais

Por: Redação
Ouça este conteúdo

A Netflix lançou na última quarta-feira, 9, o filme francês “Lindinhas”, que aborda a história da personagem Amy, uma jovem bailarina que se rebela contra as tradições conservadoras da família e se encontra num grupo de dança da escola.

A Netflix está sendo duramente criticada nas redes por lançar filme que hipersexualiza meninas
Crédito: DivulgaçãoA Netflix está sendo duramente criticada nas redes por lançar filme que hipersexualiza meninas

Porém, a empresa de streaming está sendo “cancelada” nas redes sociais porque o longa possui cenas de garotas de 11 anos dançando com roupas extremamente curtas com movimentos bem sexualizados para a idade delas. Além de conter uma cena em que uma criança está tirando foto da sua genitália.

O movimento nas redes está tão grande que a hashtag #CancelNetflix figura no topo dos principais assuntos mais discutidos no Twitter.

Sobre o filme

Maïmouna Doucouré é a diretora responsável pelo longa-metragem. O filme já tinha sido transmitido no Festival de Cinema de Sundance e ainda ganhou o Prêmio de Direção Dramática Mundial de Cinema.

Até então aclamado, depois da entrada do filme para o catálogo da Netflix só foi ladeira a baixo. Isso porque companhia já havia pedido desculpas pela divulgação de um pôster da obra.

Posicionamento Netflix

A Catraca Livre entrou em contato com a Netflix, mas a empresa afirmou ainda não ter um posicionamento oficial sobre os acontecimentos.

Confira um dos trechos do filme:

Confira o que estão falando nas redes sociais:

Compartilhe: