Últimas notícias:

Loading...

10 filmes e séries de crimes reais para assistir nos canais de streaming

Histórias de crimes estarrecedores para te deixar com medo até de sair de casa

Por: Redação

Oscar Wilde escreveu “a vida imita a arte muito mais do que a arte imita a vida”. Talvez em 1889 fosse esse o caso, mas já há algum tempo podemos afirmar que a vida real é muito mais bizarra do que a ficção. Tanto que produções que abordam crimes reais surgem cada vez mais no cinema e nos canais de streaming.

Assassinos em série, agentes da CIA, cultistas e condenados por engano, todos residem dentro do gênero que conta a história real de vítimas e criminosos que tiveram seus destinos cruzados. Portanto, se você faz parte do gigantesco grupo que adora saber de histórias chocantes que parecem ficção, mas que realmente aconteceram, confira a lista abaixo!

Um Crime Americano (2007)

Baseado na história real que ocorreu em 1965 na cidade de Lebanon, em Indiana, nos EUA, o filme reconstrói um dos crimes mais chocantes já cometidos a uma só vítima.

Elliot Page dá vida a Sylvia Likens, adolescente assassinada

Em 1965, Sylvia Likens (Elliot Page) e sua irmã foram deixadas com Gertrude Baniszewski (Catherine Keener) por uma longa temporada, já que seus pais trabalhavam em um circo. Mãe de sete filhos, Gertrude recebia US $ 20 por semana para cuidar das duas garotas, mas quando um de seus cheques chegou atrasado, Gertrude descontou suas frustrações em Sylvia. Ela e seus filhos, junto com outras crianças da vizinhança, abusaram e a mataram três meses depois. O assassinato inspirou ainda outro filme: The Girl Next Door, também de 2007.

Onde assistir: Claro TV

Unbelievable (2019)

Marie Adler, de 18 anos, moradora da cidade americana de Lynnwood, Washington, disse ter sido estuprada por um homem que entrou armado com faca em seu apartamento, vendou seus olhos, amarrou suas mãos e a amordaçou.

Os policiais pedem todos os detalhes: desde como ela foi amarrada, como exatamente ela foi abusada sexualmente. Ela conta tudo, repetidas vezes, mas eles não acreditam nela e a persuadem a mudar seu depoimento e a declarar que tinha inventado tudo apenas para chamar atenção. Taxada de mentirosa, Marie foi humilhada publicamente e indiciada pela justiça.

Unbelievable, minissérie em oito capítulos, é baseada numa reportagem vencedora do Pulitzer – o maior prêmio do jornalismo mundial – “An unbelievable story of rape”, de 2016.

Onde assistir: Netflix

Monster (2003)

A infância de Aileen Wuornos foi marcada por abuso sexual e uso de drogas. Na adolescência, ela passou a se prostituir para sobreviver.

Crédito: ReproduçãoCharlize Theron como Aileen Wuornos, conhecida como a primeira mulher assassina em série dos EUA

Ao se mudar para a Flórida, ela conhece Selby Wall, com quem viveu um romance intenso. Certa noite, Aileen foi agredida por um cliente e acabou matando o indivíduo. Este crime deu início a uma série de mortes, fazendo com que ela ficasse conhecida como a primeira assassina em série dos Estados Unidos.

Onde assistir: Amazon Prime Video

O Paraíso e a Serpente (2021)

Na década de 1970, o francês Charles Sobhraj deu início a uma onda de assassinatos que comoveu a Ásia. Conhecido como “Serpente” e o “assassino de biquíni”, Sobhraj agia com determinação e se destacava por suas artimanhas para escapar das autoridades, usando o passaporte de suas vítimas – que eram, em sua maioria, turistas.

“O Paraíso e a Serpente, é uma série com oito episódios que mostra como Sobhraj se passava por um vendedor de joias e fazia amizade com jovens viajantes dos EUA e da Europa para depois drogá-los e assassiná-los para roubar seus passaportes.

Apesar de condenado por dois assassinatos, ele pode ter sido responsável por até 20 mortes na Índia, Tailândia, Nepal, Turquia e Irã entre 1972 e 1982.

Onde assistir: Netflix

Zodíaco (2007)

Baseado no livro de Robert Graysmith (interpretado por Jake Gyllenhaal), o filme conta a história do assassino em série que aterrorizou San Francisco no final dos anos 60 e início dos anos 70.

Crédito: ReproduçãoCena do filme Zodíaco, de 2007

Depois de cada assassinato, o criminoso enviava cartas de provocação aos jornais da cidade e fazia ligações para a polícia zombando deles por não terem sido capazes de encontrá-lo.

Os textos geralmente incluíam códigos e símbolos complexos que pareciam não ter sentido.

Onde assistir: Telecine

Karla (2006)

Filme baseado na história dos assassinos em série mais notórios do Canadá, Paul Bernardo e sua esposa Karla Homolka.

Crédito: ReproduçãoA atriz Laura Prepon como a assassina Karla Homolka

Entre 1987 e 1990, uma onda de estupros e tentativas de agressão sexual vitimou garotas entre 15 e 22 anos na região de Scarborough, Ontário. Todas sobreviveram, mas os episódios eram de extrema violência e quase sempre a investida sexual era acompanhada por espancamento. Paul foi considerado suspeito, mas escapou das acusações.

Em 1990, ele conheceu Karla Homolka e começaram a agir juntos. O casal embebedou Tammy – irmã de Karla – e usou um anestésico para deixá-la fora de si. Karla queria oferecer a virgindade da irmã como presente de Natal para Paul. A agressão foi filmada por Karla e Tammy acabou morta.

O casal sequestrou mais duas garotas, de 14 e 15 anos. Ambas foram mantidas em cativeiro e torturadas sexualmente por Bernardo enquanto Karla filmava. As duas vítimas foram mortas pelo casal.

Onde assistir: Amazon Prime Video

Sequestros Em Cleveland (2015)

Ariel Castro sequestrou e torturou Michelle Knight, de 21 anos, Amanda Berry, de 16, e Gina DeJesus, de 14, no início dos anos 2000.

Crédito: ReproduçãoTaryn Manning no papel de Michelle Knight, vítima que ficou em cativeiro por 11 anos

O homem era motorista de ônibus do ensino fundamental e pai de uma amiga das três no ensino médio e, por isso, elas entraram no carro com ele.

Castro manteve as mulheres em cativeiro em sua casa por quase 11 anos, e Knight até deu à luz enquanto estava presa na casa de Castro. Elas conseguiram escapar em 2013.

Onde assistir: Apple Play

Meu Amigo Dahmer (2017)

Jeffrey Dahmer assassinou 17 homens entre 1978 e 1991. Ele os atraía de volta para sua casa e dava-lhes bebida misturada com drogas antes de estrangulá-los até a morte.

Crédito: ReproduçãoRoss Lynch, ao centro, como Jeff Dahmer

Ele costumava cometer atos sexuais em seus cadáveres antes de descartá-los, muitas vezes mantendo partes do corpo como lembranças.

My Friend Dahmer é baseado na história em quadrinhos de John Backderf, que era amigo de Dahmer no colégio.

Onde assistir: Amazon Prime Video

Manhunt: Unabomber (2017)

Série em oito episódios que faz um retrato sobre o dia a dia de agentes do FBI sobre uma caçada de 17 anos para capturar Ted Kaczynski, mais conhecido como o terrorista “Unabomber”.

O homem atormentou os agentes sem deixar rastros por quase duas décadas e, ao longo do tempo, cometeu 16 atentados matando três pessoas e ferindo 23. Os alvos do homem que ficou conhecido como Unabomber eram professores universitários, cientistas, empresários e companhias áreas, que recebiam bombas enviadas por ele pelo correio.

Ele foi condenado à prisão perpétua pelos atentados que cometeu.

Onde assistir: Netflix

Lost Girls (2020)

O filme Lost Girls, se baseia em um crime real e mostra como a busca por uma trabalhadora do sexo desaparecida, Shannon Gilbert, levou as autoridades a descobrirem os corpos de outras quatro mulheres em Gilgo Beach, Long Island, em dezembro de 2010.

Os restos mortais eram de Maureen Brainard-Barnes, Melissa Barthélemy, Megan Waterman e Amber Lynn Costello, todas prostitutas desaparecidas que haviam feito anúncios no Craigslist.

A série é uma adaptação do livro do jornalista Robert Kolker, ex-editor colaborador da New York Magazine. A obra critica a força policial por não levar as vítimas a sério devido à sua profissão e analisa os holofotes da mídia colocados sobre o caso causando grande impacto para as famílias das vítimas.

Onde assistir: Netflix

Compartilhe: