CORONAVÍRUS
Loading...
Últimas notícias e tudo que você precisa saberAtualizando informações
Infectados-
Mortes-
Recuperados-

Globo exibe censura em filme de Zezé Di Camargo e web lembra posição política do cantor

Cantor sertanejo insiste em dizer que Brasil não sofreu com Ditadura

Por: Redação

Na tarde deste sábado, 27, o nome de Zezé Di Camargo foi parar nos assuntos mais comentados no Twitter. O motivo? A Globo reprisou o filme ‘Dois Filhos de Francisco’ e os internautas notaram uma contradição entre uma cena do longa e o posicionamento do cantor com relação à Ditadura militar no Brasil.

filme zezé di camargo
Crédito: Reprodução/YoutubeAtores interpretaram Zezé Di Camargo (à esquerda) e Emival (à direita) em ‘Dois Filhos de Francisco’

Na história da família do sertanejo, o pai do artista, Francisco, faz de tudo para que os herdeiros tenham uma carreira musical desde criança. Entretanto, tanto ele quanto a dupla infantil, na época formada por Zezé e Emival – que viria a morrer pouco tempo depois – acaba saindo escorraçada de uma rádio, após sofrer censura por parte do apresentador do programa.

Isso porque Francisco ensaiou uma música com os garotos que chamava o governo das forças armadas da época de tirano.

A música trazia os seguintes versos: “Terra linda de grandes riquezas / Viva à natureza da nossa nação / Que vive hoje em dia numa grande confusão / Cadê a esperança de um povo, que trabalha noite e dia / Cadê as suas festanças e a sua alegria / Viva às Forças Armadas e a sua tirania”.

O apresentador se espantou com a cantoria e disse: “Daqui a pouco vai tomo mundo preso. A censura baixa aqui e acaba com o meu programa. O presidente do Brasil é um militar, você não sabia, não? Você tá ficando doido?”.

Não demorou muito para que os internautas resgatassem falas atuais de Zezé dizendo que o Brasil não sofreu com a Ditadura militar. Em 2017, por exemplo, o cantor disparou: “Eu vou falar um absurdo aqui para você, vão me criticar, jornalistas vão falar de mim, achar que sou um maluco. Você sabe que o momento em que a gente vive hoje no Brasil, o Brasil lutou muito pela democracia, mas eu fico com pena de como os nossos políticos usaram aquela liberdade que nós conquistamos, que era sair do militarismo. Muito gente confunde militarismo com Ditadura, todo mundo fala ‘nós vivíamos numa ditadura’. Nós não vivíamos numa ditadura, nós vivíamos num militarismo vigiado. Ditadura é a Venezuela, Cuba com Fidel Castro, Hungria, Coreia do Norte, China, esses são realmente ditadores. O Brasil nunca chegou a ser uma ditadura daqueles que ou você está a favor ou você está morto”, polemizou. Leia a matéria completa AQUI.

Confira algumas reações abaixo:

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie.