Últimas notícias:

Loading...

Jovem que ganhou na loteria diz que prêmio arruinou a sua vida

Por: Redação

Muitas pessoas acreditam que ganhar na loteria é o começo de uma vida feliz. O dinheiro seria a garantia de sonhos realizados, como casa nova reformada e viagens incríveis.

É aí que Jane Parks aparece para contrariar. A jovem de 21 anos ganhou na loteria aos 17, e garante que o prêmio só a tornou mais “miserável” – pelo menos no sentido figurado.

Jane Parks se tornou milionária aos 17 anos
Jane Parks se tornou milionária aos 17 anos

A britânica ganhou o prêmio de um milhão de libras esterlinas – que em dezembro de 2013 dariam cerca de R$ 3.850.000. Segundo a Glamour britânica, antes de ser sorteada, ela vivia em um apartamento com a sua mãe e estava em um emprego que pagava £8 por hora. Com o dinheiro, Jane conseguiu comprar duas propriedades, um carro grande, as férias do sonhos e várias bolsas que eram seu sonho de consumo; mas o conforto material acabou lhe trazendo problemas.

A jovem sente-se afastada dos amigos, já que eles têm vidas bem diferentes da sua agora. “Nunca percebi quão difícil isso seria”, desabafou ela no programa ‘Loose Women‘. Ela conta que tem recebido muitas mensagens de ódio no Twitter, e diz que consegue entender os problemas de outras pessoas porque também já esteve em uma situação financeira apertada. Em entrevista ao Sunday People, disse: “os outros não entendem o tamanho do meu estresse. Tenho coisas materiais, mas além delas, minha vida está vazia. Qual é o meu propósito na vida?”.

Jane chegou a considerar abrir um processo contra a loteria por permitirem que pessoas tão novas participem das apostas, uma vez que elas poderiam não ser suficientemente maduras para lidar com tanto dinheiro. Mas ela já mudou de ideia. Em uma declaração ao The Independent, a loteria nacional do Reino Unido afirmou que quando Jane foi sorteada, arrumou um consultor financeiro para ajudá-la.

Há quem sugira que se o dinheiro a faz infeliz, ela deveria doá-lo. “Há partes da minha vida que são boas, e há dias em que eu não mudaria nada… Só estou dizendo que há outras vezes em que fico triste”, contou. “E eu tenho uma família, preciso apoiá-la agora.”

Compartilhe:

?>