Últimas notícias:

Loading...

Melhem é exposto por internautas com foto em campanha antiestupro

Na foto, ele participava do programa "Altas Horas" e apoiava o movimento "Eu não mereço ser estuprada"

Por: Redação
Ouça este conteúdo

Depois de falar sobre o episódio de acusação de assédio a funcionárias da Globo, incluindo Dani Calabresa, Marcius Melhem, teve uma foto de 2014 resgatada pelos internautas neste sábado, 5. O humorista participava de um debate no programa “Altas Horas” para falar justamente sobre violência contra mulheres. Na fotografia é possível ver que ele segurava um cartaz escrito “Eu não mereço ser estuprada”.

Melhem é exposto por internautas com foto em campanha antiestupro
Crédito: Reprodução/TV GloboMelhem é exposto por internautas com foto em campanha antiestupro

Naquela época, a escritora e jornalista Nana Queiroz liderou um bate-papo sobre a violência contra a mulher. Ela tinha criado a campanha “Eu Não Mereço Ser Estuprada” como uma forma de protesto a uma pesquisa do Ipea (Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada), que divulgou que de 65,1% dos brasileiros concordavam, total ou parcialmente, que “mulheres que usam roupas que mostram o corpo merecem ser atacadas”.

Os usuários das redes sociais relembraram a participação do humorista na conversa. “Enfim, a hipocrisia do Marcius Melhem”, escreveu um internauta. “Marcius Melhem já protestou pela causa feminista na Globo”, observou outra.

O ex-diretor admitiu em entrevista ao UOL que errou e que teve atitudes no ambiente de trabalho e pessoal não são válidas. Mesmo ciente dos erros, ele nega ser uma pessoa que pratica violência ou que tenha assediado sexualmente mulheres.

“Depois de um ano eu consigo entender que tudo o que aconteceu e está acontecendo comigo, aconteceu a partir dos meus erros. Hoje eu entendo que eu tive comportamentos, atitudes que não cabem mais. Eu fui um homem tóxico, um marido péssimo, uma pessoa que cometeu excessos em se relacionar com pessoas dentro de seu próprio ambiente de trabalho”, declarou.

De acordo com ele, a reportagem publicada pela revista Piauí é uma invenção de várias histórias. Além disso, ele diz que está processando a advogada que cuida do caso, Mayra Cotta e faz uma pedido judicial que Dani Calabresa desminta tudo o que disse.

Compartilhe: