Thiago Lacerda se pronuncia após ser detido por suspeita de maconha

Por: Redação

Após ser encaminhado para delegacia na noite desta sexta-feira, 20, suspeito de portar maconha, o ator Thiago Lacerda, por meio de sua assessoria, emitiu nota a Coluna do Leo Dias explicando o ocorrido.

“Thiago Lacerda foi retido ontem pela polícia do RJ com suspeita de estar consumindo maconha. O ator foi para fazer perícia e nada foi constatado, assim sendo, foi liberado pelo delegado no mesmo dia.”

O caso aconteceu no Leblon, zona sul do Rio de Janeiro, sendo a Polícia Civil se deu: “Quando em operação na área III na Rua Mario Ribeiro, [a operação] teve a atenção voltada para um veículo Compass de placa […], o mesmo exalava um forte cheiro de entorpecente, ao fazer a abordagem foi constatado que o motorista se tratava de Thiago Ribeiro Lacerda (ator), sendo encontrado pequena quantidade de material entorpecente com o mesmo, o qual foi encaminhado a 14 DP para medidas cabíveis”.

Crédito: Divulgação/TV GloboA assessoria de Thiago Lacerda emitiu nota na manhã deste sábado, 21

Fique atento:

Segundo a Lei de Drogas de 2006, é crime: “Importar, exportar, remeter, preparar, produzir, fabricar, adquirir, vender, expor à venda, oferecer, ter em depósito, transportar, trazer consigo, guardar, prescrever, ministrar, entregar a consumo ou fornecer drogas, ainda que gratuitamente, sem autorização ou em desacordo com determinação legal ou regulamentar”;

Também pode ser acusado de crime quem “semeia, cultiva ou faz a colheita, sem autorização ou em desacordo com determinação legal ou regulamentar, de plantas que se constituam em matéria-prima para a preparação de drogas.” A pena é de 5 a 15 anos de prisão.


Por outro lado: os benefícios da cannabis

O Estados Unidos, por exemplo, reconhece uso da maconha no combate ao câncer

Quem ainda enxerga a cannabis apenas como uma droga usada para a diversão precisa rever seus conceitos. Afinal, ela tem sido cada vez mais usada no tratamento de doenças. E, agora, os Estados Unidos reconhecem a o poder da maconha no combate ao câncer.

O canabidiol, componente não psicoativo encontrado na cannabis, já tinha sua importância validada para aliviar sintomas colaterais do tratamento do câncer. Entre eles, dores, náuseas, ansiedade e perda de apetite.

Assim, a novidade mesmo é a eficácia da substância para matar células cancerígenas enquanto protege as normais, bloqueando o desenvolvimento dos vasos sanguíneos necessários para o avanço dos tumores. Entenda mais sobre esse assunto. 

Compartilhe: