Publicidade

Informar

Confira os segredos dos looks mais extravagantes do Met Gala 2018

Por: Redação | Comunicar erro
...
Publicidade

Os fashionistas de plantão já sabem que em toda primeira segunda-feira de maio o Metropolitan Museum, localizado em Nova York, sedia o tradicional Met Gala, festa realizada para arrecadar fundos ao setor de moda do museu e que ainda inaugura a principal exposição da instituição a cada ano.

Reunindo grandes nomes da música, do cinema e da moda, o evento conta com um dos tapetes vermelhos mais aguardados do calendário fashion, que, em 2018, teve como tema a intersecção entre a moda e o imaginário católico.

Alessandro Michele, Lana Del Rey e Jared Leto vestindo Gucci no Met Gala 2018

Com convites vendidos a 30 mil dólares por pessoa, como revelou o jornal New York Times, o Met Gala deste ano inaugura a exposição “Heavenly Bodies: Fashion and the Catholic Imagination” (Corpos Celestiais: Moda e a Imaginação Católica, em tradução livre).

Para a maior exibição já produzida pelo Costume Institute, o Metropolitan Museum reúne cerca de 50 peças raras da Capela Sistina, emprestadas pelo Vaticano, além de criações exclusivas de grifes como Dolce & Gabbana, Dior, Balenciaga, Jean Paul Gaultier e Valentino.

O tema da exposição também funciona como sugestão aos looks das celebridades convidadas, que ganham a liberdade de abusar da criatividade na hora de escolherem o que vestir, como fizeram Sarah Jessica ParkerBlake Lively, Rihanna e Gisele Bündchen.

Sarah Jessica ganhou os olhares de fotógrafos do mundo inteiro ao pisar no tapete vermelho com um vestido dourado da Dolce & Gabbana, coberto por pedras preciosas e uma coroa com um presépio italiano de Nápoles.

This is now. X, Sj

A post shared by SJP (@sarahjessicaparker) on

Com inspiração barroca, o look da protagonista da série “Sex and the City” retoma o estilo clássico do final do século XVII, trazendo símbolos do movimento artístico sacro, como corações de veludo bordados na cauda do vestido.

Blake Lively ousou realmente na escolha do look para o Met Gala 2018, tendo que alugar um ônibus para levá-la até o evento sem amassar seu vestido.

A eterna Serena de “Gossip Girl” chegou à festa com um gigantesca produção da Versace, talvez a maior a passar pelo tapete vermelho, composta por um body de pedras e cristais e uma cauda carmesim bordada com fios dourados, além de jóias da designer Lorraine Schwartz e sapatos Christian Louboutin.

when fashion meets art ? #blakelively #versace #metgala

A post shared by Blake Lively Reynolds ♥ (@ohmylively) on

Ao todo, foram necessárias cerca de 600 horas para confeccionar o look idealizado por Donatella Versace, que contou ainda com um arranjo de cabeça dourado em formato de halo, em referência ao anel de luz usado na arte sacra como símbolo de santidade.

Como anfitriã da noite, Rihanna levou super à sério o tema da festa, marcando presença com um conjuntinho bordado da grife Maison Margiela, desenhado por John Galliano.

#metgala2018 #heavenlybodies #galliano #margiella

A post shared by badgalriri (@badgalriri) on

caught by @dennisleupold

A post shared by badgalriri (@badgalriri) on

O look da diva contou com um vestido tubinho, uma capa bem volumosa e uma mitra desenhada pelo chapeleiro Stephen Jones, como peça de destaque da produção inspirada no traje papal. Contudo, o uso do item religioso deu o que falar, pois, além de poder ser usado apenas por abades, bispo, arcebispos e cardeais, não é permitido a mulheres.

Rihanna atraiu todos os flashes ao aparecer com uma produção que, por maiores as referências às vestimentas da igreja, apresentou ainda cortes e formatos facilmente associados ao street style.

Com cristais brancos, pretos e dourados, a roupa da cantora demandou 250 horas para ser costurada e mais de 500 para ser bordada.

Por último, mas com certeza não menos importante, Gisele Bündchen chegou ao Met Gala 2018 desfilando um vestido dourado, confeccionado com seda 100% orgânica e ecologicamente tingida, costurada com linhas de algodão orgânico, como a própria top model explicou em uma publicação no Instagram.

Assim como tantos outros modelos exibidos no tapete vermelho do evento, a produção da brasileira foi assinada pela Versace, que se inspirou na tradicional ornamentação feita em ouro das igrejas católicas para criar o vestido exclusivo de Gisele Bündchen.


  • Leia mais:

Compartilhe:

Publicidade
Publicidade

Você sabe o que é feminicídio?

O restaurante de comida havaiana do ex-masterchef Ravi

Conheça o lavandário de Cunha

ASMR: O fenômeno do "orgasmo mental"

Publicidade