Sabores da floresta: Amazônia Soul aposta em pratos do Norte

Os sabores exóticos da culinária amazônica são os Achados Elo desse simpático restaurante na Vila Mariana

Ouça este conteúdo

Dona da maior biodiversidade do planeta, a floresta amazônica é a musa inspiradora do restaurante Amazônia Soul, que serve os sabores exóticos da culinária da região Norte do país na zona sul de SP.

Amazônia Soul - Achados Elo
Crédito: Gabriel de Moura - Achados EloOs sabores exóticos da cozinha amazônica são os Achados Elo da casa. Tem tacacá, açaí, unha de caranguejo e várias outras delícias

O restaurante, aberto desde 2018, é comandado pelos sócios Pedro Amaral e Carlos Castilho Jr. e também tem unidades no Rio de Janeiro e nos Estados Unidos. “Queríamos apresentar a culinária amazônica para as duas maiores cidades do Brasil e servir sabores marcantes de todos os estados do Norte – não apenas do Amazonas ou do Pará, que são mais reconhecidos”, revela Castilho Jr.

“Em Sampa, o Amazônia Soul tem maior foco na gastronomia raiz e nos peixes regionais. No Rio, demos para o restaurante uma pegada mais de praia e verão. E nos Estados Unidos, o açaí é o que mais seduz os brasileiros e americanos”, destaca Amaral.

A sede paulistana funciona em um simpático sobrado na badalada Vila Mariana, que tem logo na fachada as cores verde e roxo, representando a mata e o açaí, outra iguaria bastante valorizada na casa. O ambiente aposta em uma decoração rústica, com paredes de tijolinhos expostos e artesanatos regionais.

Sabores exóticos: os Achados Elo

Um dos pratos mais pedidos na casa é filhote no tucupi, um peixe amazônico na chapa, acompanhado por um creme aveludado de tucupi (o sumo extraído da raiz da mandioca brava, que é fervido durante muitas horas para torná-lo próprio ao consumo), arroz de jambu (uma erva conhecida por deixar os lábios de quem a consome dormentes) e farofa crocante.

Você também precisa provar o famoso tacacá, uma iguaria preparada com o tucupi, goma de tapioca, jambu e camarão seco; a unha de caranguejo, um bolinho feito com a carne desse crustáceo refogada e azeitona; o pato no tucupi e jambu, acompanhado de arroz branco e farinha d’água de Bragança (PA); a maniçoba, feita com a maniva (folha da mandioca brava cozida por sete dias) e carnes salgadas de porco e boi; e o pirarucu fresco na chapa, com creme aveludado de tucupi, arroz de jambu e farofa crocante.

Crédito: Gabriel de Moura - Achados EloO ambiente do Amazônia Soul tem uma charmosa parede de tijolinhos aparentes e artesanatos locais

Já o açaí, outra especialidade do Amazônia Soul, não é servido da forma como você provavelmente conhece! Como mandam as tradições do Norte, no restaurante, essa iguaria é consumida pura, sem adição de xarope de guaraná ou açúcar, como os paulistanos estão acostumados. Cabe a você escolher os acompanhamentos, como farinha de tapioca, farinha d’água, banana, granola, leite em pó, leite condensado, mel e outros itens.

Para agradar a todos os paladares, mesmo daqueles que ainda não estão dispostos a mergulhar de cabeça na comida amazônica, o Amazônia Soul também misturou os ingredientes regionais aos sabores que já são conhecidos em SP. É o que acontece no porco com arroz de jambu (filé mignon suíno refogado e temperado, com tucupi, jambu e arroz).

“A carne suína começou a ser mais apreciada no Norte há apenas alguns anos, principalmente nas capitais, enquanto no Sudeste já é consumida há muito mais tempo. Também estamos criando uma versão vegana desse prato, que utiliza a carne de jaca no lugar da proteína suína. Essa adaptação foi pensada porque esse movimento do veganismo é muito mais difundido aqui do que lá”, acrescenta Castilho Jr.

Hora da sobremesa!

Depois de bater aquele pratão, para tornar sua vida mais docinha, o Amazônia Soul serve bolo gelado de tapioca, preparado com flocos de tapioca, leite de coco e leite condensado, uma delícia tradicional nas residências paraenses.

Outra sobremesa queridinha é o creme de cupuaçu, feito com a polpa desse fruto amazônico de sabor bem marcante. E desse mesmo ingrediente também é feito pela casa um bombom artesanal e bem recheado. Hummmm

Crédito: Gabriel de Moura - Achados EloAs cores da fachada do estabelecimento representam o verde da mata e o roxo do açaí!

Se você ficou com água na boca só de ler sobre essas delícias, é só dar um pulinho no Amazônia Soul, que fica na Rua Áurea, 361 (pertinho da Rua Joaquim Távora), na Vila Mariana. O restaurante funciona de quinta e sexta, das 15h às 22h, aos sábados, das 12h às 20h, e aos domingos, das 12h às 18h.

A casa também entrega por delivery (clique aqui para conferir o cardápio) de quinta e sexta, das 15h às 21h30, aos sábados, das 12h às 19h30, e aos domingos, das 12h às 17h30.

O estabelecimento está tomando todas as medidas necessárias para garantir a segurança dos clientes, de acordo com os critérios estabelecidos pela Organização Mundial da Saúde (OMS). Faça também a sua parte! Ao visitar o espaço, lembre-se de usar máscara de proteção e só tirá-la na hora de consumir os alimentos e bebidas. Além disso, higienize bem as mãos com álcool em gel ou água e sabão.

Curtiu essa dica? Então, confira aqui outros Achados Elo imperdíveis em SP!

Compartilhe: