Cozinhe para toda a família com receitas veganas fáceis e rápidas

No almoço em família, ninguém vai lembrar da carne com esses pratos do À Base de Planta

Por: À Base de Planta | Comunicar erro
Crédito: Julia Guglielmetti/@abasedeplantaMenu todo vegano para preparar em almoços familiares

Você é o único veggie da família ou quer que o pessoal de casa diminua o consumo de carne? Bora, então, fazer um almoço vegano para provar a todos que comida sem ingredientes de origem animal também pode ser deliciosa?

Para surpreender, não é preciso elaborar pratos complexos nem, muito menos, preparar imitações de carne. Por isso, sugiro comidas simples, fáceis de fazer em bastante quantidade, super saborosas e com um barangadã diferente (afinal, a gente quer impressionar, né?).

Crédito: Julia Guglielmetti/@abasedeplantaPrato feito no almoço vegano

Minha indicação de menu para festas familiares é:

  • Mix de cogumelos com amendoim: assim a resposta para “e as proteínas?” fica fácil
  • Vegetais assados: tudo o que vai ao forno fica mais gostoso do que cozido em água ou em vapor. Prove que legumes também podem ser muito ricos em sabor
  • Arroz laranja: arrozinho padrão para a família não estranhar, porém com um toque diferente
  • Farofa de sobras: evitando o desperdício
  • Palmito cremoso com milho: o sabor simples e neutro ajuda a criar contraste com os pratos crocantes
  • Salada de folhas: é basicão, né gente?
  • Creme de banana com iceberg de chocolate: sobremesa mais fácil que essa, não tem!

Você pode mudar e dar seu toque em qualquer prato. A dica de ouro é nunca chocar a família com sabores muito novos, rs. É preciso ir com calma para o paladar de todos conseguir aceitar o veganismo. Por isso, evite usar ingredientes que você já sabe que eles não gostam. Minha mãe, por exemplo, odeia coisas azedas ou apimentadas. Então, deixo sempre isso de fora.

As preparações não têm nenhuma complexidade e você conseguirá fazer tudo em menos de três horas. As quantidades descritas abaixo servem bem oito pessoas. Nas fotos, foi feita comida pra apenas cinco.

Mais ideias de receitas, você pode conferir no À Base de Planta (@abasedeplanta), no Instagram.

Crédito: Julia Guglielmetti/@abasedeplantaShimeji, shitake, cogumelo paris e moyashi assados com amendoim

Mix de cogumelos com amendoim

  • 500g de shimeji
  • 500g de shitake
  • 500g de cogumelo paris
  • 500g de moyashi (broto de feijão)
  • 1 xícara de amendoim cru e sem sal
  • 1 xícara e meia de óleo de gergelim
  • 2 colheres de sopa de azeite
  • 1 xícara e meia de shoyo
  • ½ colher de sopa de curry

Limpe os cogumelos com um papel úmido. Solte os shimejis com a mão e descarte os caules muito grandes, fatie o shitake em tiras e corte os cogumelos paris em duas partes.

Coloque todos os cogumelos, o moyashi e 3/4 de xícara de amendoim sobre uma assadeira. Despeje homogeneamente o óleo de gergelim, o azeite e o shoyo.

Coloque para assar por 50 minutos a 200°C. Essa uma estimativa e o tempo depende de cada forno. Verifique ao longo do tempo para ter certeza que tudo está bem cozido.

Coloque 1/4 de xícara de amendoim em uma frigideira com o curry e toste bem. Coloque por cima dos cogumelos, quando saírem do forno.

Crédito: Julia Guglielmetti/@abasedeplantaAlmoço vegano: vegetais assados e arroz laranja

Vegetais assados

  • 1 kg de batata
  • 1 kg de abóbora japonesa (cabotiá)
  • 400 g de beterraba
  • 300g de ervilha torta
  • 500g de brócolis
  • 1 xícara de vinagre balsâmico
  • 1 colher de sopa de melado de cana
  • Azeite a gosto
  • Sal a gosto
  • Chimichurri a gosto

Esses foram os vegetais que eu usei, mas você pode escolher quais preferir com os temperos que mais gostar! Vale sempre a pena comprar vegetais que estão na época e são produzidos próximos de onde você mora. Assim, é possível garantir o melhor sabor.

Basta cortar pensando na densidade. Por exemplo, a beterraba é a mais dura de todos e, portanto, deve ser cortada em pedaços menores. As batatas e a abóbora são um pouco mais macias e precisam ser picadas em tamanhos maiores, deixem ambas com a casca. Os brócolis são em floretes e as ervilhas vão inteiras para o forno, apenas retirando o fio.

Faça um molho misturando o chimichurri e o melado de cana (pode ser substituído por açúcar) com vinagre balsâmico. Misture bem e derrube sobre as beterrabas. O restante dos vegetais pode ser temperado apenas com sal e azeite a gosto.

Distribua tudo em assadeiras e leve ao forno por 1h30 a 200°C. Essa é uma estimativa e o tempo depende de cada forno. Vá verificando ao longo do tempo. O ponto certo é quando os vegetais estiverem com um leve queimadinho superficial.

No meio do tempo, abra o forno, vire tudo e coloque mais um pouco de molho sobre as beterrabas e de azeite sobre o restante. Aproveite este momento para retirar as ervilhas, caso se já estejam douradas.

Uma dica legal é colocar as beterrabas e batatas na mesma assadeira, o suco e o molho delas vão escorrer por baixo e pintar as batatas de roxo. Fica lindo!

Crédito: Julia Guglielmetti/@abasedeplantaArroz laranja e legumes assados

Arroz laranja

  • 2 xícaras de arroz branco
  • 2 xícaras de suco de cenoura (cerca de 8 cenouras grandes)
  • 2 xícaras de suco de laranja (cerca de 6 laranjas)
  • ½ cebola
  • 1 colher de sopa de azeite
  • Sal a gosto
  • Pistaches (opicional)

Esprema as laranjas e faça o suco de cenoura. Você pode fazer na centrífuga (juicer) mas, se não tiver, é só cortar as cenouras em pedaços pequenos e bater no liquidificador com um pouco de água. Em seguida, coe com uma peneira. Utilize apenas o suco e reserve o bagaço para a receita da farofa.

Corte a cebola em pequenos cubinhos e refogue no azeite até ficarem transparentes. Acrescente as duas xícaras de arroz e refogue também.

Acrescente as quatro xícaras dos sucos de cenoura e de laranja. Adicione sal a gosto. Mexa rapidamente. Mantenha o fogo alto e, ao ferver, coloque no mínimo. Tampe a panela deixando com uma fresta para a saída de ar, não mexa mais e deixe cozinhando até que seque a água.

Desligue o fogo e mantenha o arroz abafado por mais 10 minutos antes de servir. Coloque pistaches descascados sobre o arroz para mais uma camada de sabor.

Crédito: Julia Guglielmetti/@abasedeplantaFarofa com fibras de cenoura, talo de beterraba e folhas de salsinha

Farofa de sobras

  • 2 xícaras de farinha de mandioca biju
  • 1 cebola
  • 1 colher de sopa de fumaça em pó (ou sal defumado)
  • ½ colher de sopa de páprica defumada
  • 4 colheres de sopa de azeite
  • 1 xícara do bagaço que sobrou do suco da cenoura
  • ½ xícara de ramos da cenoura (as folhas) picados
  • ½ xícara de talos de beterraba picados

Corte a cebola em tiras finas e refogue no azeite até dourar.

Acrescente o bagaço de cenoura, os talos de beterraba, a fumaça em pó e a páprica defumada. Refogue bem até a cenoura ficar bem sequinha.

Adicione a farinha de biju e as folhas de cenoura picadas. Continue refogando até conseguir uma farofa dourada e crocante. Caso queira, vá acrescentando mais azeite durante a preparação.

Importante: não tampe a farofa, senão ela murchará!

Crédito: Julia Guglielmetti/@abasedeplantaCreme de palmito com milho

Palmito cremoso com milho

  • 1 pote de palmito picado (usei o jussara)
  • ½ lata de milho verde cozido
  • 1 cebola
  • 1 colher de sopa de alho picado
  • 2 colheres de sopa de azeite
  • Sal a gosto

Pique a cebola em cubinhos pequenos e refogue no azeite. Quando estiver transparente, acrescente o alho e continue refogando.

Escorra a água do palmito e lave-os rapidamente para tirar o gosto da conserva. Acrescente ao refogado e mexa bem. Se estiver muito seco, acrescente água aos poucos até atingir uma textura cremosa. Pode demorar cerca de vinte minutos.

Tempere com sal a gosto e acrescente o milho. Mexa por mais alguns minutos.

Crédito: Julia Guglielmetti/@abasedeplantaSalada aproveitando as folhas da beterraba

Salada de folhas

Na minha salada de folhas, usei alface lisa, rúcula baby e folhas de beterraba. Use quais folhas desejar e na quantidade que acredite ser necessária pra sua família.

Só tenha em mente que a folha de beterraba é bem amarga!

Crédito: Julia Guglielmetti/@abasedeplantaCreme de banana com iceberg de chocolate e xerém de castanha de caju

Creme de banana com iceberg de chocolate

  • 10 bananas maduras
  • 1 e ½ xícara de chocolate amargo sem leite
  • ½ xícara de xerém de castanha de caju
  • Água

Tire as bananas das cascas, remova as partes pretas e as pontinhas. Pique-as grosseiramente e leve-as para congelar no freezer.

A partir daqui, é preciso fazer somente no momento de servir. Não rola deixar pronto antes. Coloque as bananas congeladas em um processador e bata adicionando água filtrada aos poucos até atingir uma consistência de creme.

Pique o chocolate sem leite e derreta-o no micro-ondas ou em banho-maria.

Coloque o creme de banana em taças para sorvete e, em seguida, despeje o chocolate derretido com a ajuda de uma colher. Perceba que o chocolate vai descer pelo centro do creme se solidificando e formando um “iceberg”. Finalize polvilhando xerém de castanha de caju.

É isso! Preparem o almoço e surpreendam a família! Me sigam no Instagram À Base de Planta (@abasedeplanta) para contar como foi a experiência! Lá vocês também encontram outras receitas veganas e podem tirar dúvidas comigo.

Crédito: Julia Guglielmetti/@abasedeplantaFoto da foto da sobremesa vegana com iceberg de chocolate

Compartilhe: